Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
No topo da capacidade, fábrica da Jeep chega a 500 mil carros

Indústria | 09/10/2018 | 17h21

No topo da capacidade, fábrica da Jeep chega a 500 mil carros

Três anos após ser inaugurado, complexo industrial da FCA em Pernambuco acelera o ritmo

GIOVANNA RIATO, AB | De Goiana (PE)

O Polo Automotivo Jeep da FCA em Goiana (PE) alcança em outubro a marca de 500 mil carros produzidos. O volume não soaria tão impressionante em tempos de demanda aquecida no Brasil, mas surpreende por se tratar de uma fábrica inaugurada em 2015, logo quando as vendas de veículos começaram um ciclo de forte contração no País. Soma-se a isso o fato de que o modelo com preço mais baixo fabricado ali é o Jeep Renegade, que parte de R$ 75,7 mil. Depois dele os valores só ficam mais salgados com o Compass e a Fiat Toro.

Apesar de não caberem no bolso da maior parte dos brasileiros, os carros têm garantido boa performance no mercado e puxado a produção pernambucana para cima. Em março deste ano a unidade nordestina abriu terceiro turno de produção, acelerou o ritmo e desde o meio do ano opera em sua capacidade máxima de 930 carros por dia.

Assim, devem sair da unidade este ano mais de 200 mil veículos, com aumento considerável em relação às 179 mil unidades fabricadas ali em 2017. No ano que vem a planta deve alcançar a marca de 250 mil carros, atingindo a capacidade máxima.

“A vantagem é que o projeto da planta já prevê espaço para expansão. Todas as áreas produtivas foram desenhadas para comportar possíveis aumentos”, diz Robson Cota, gerente de engenharia experimental da FCA. Segundo ele, além do espaço dentro do prédio industrial, há terreno de sobra para expandir a unidade se for necessário. Ao lado do parque de fornecedores instalado ali, a companhia emprega 13,6 mil pessoas no complexo.

NOVA PISTA DE TESTES


Enquanto a produção alcança a plena capacidade, a FCA consolida outros investimentos já programados no Polo Automotivo Jeep. Sem muito alarde ou vontade de chamar a atenção a companhia inaugurou há cerca de um ano a pista de testes da unidade, que já estava prevista no projeto inicial. O circuito de 10,2 quilômetros de extensão integra a estrutura global de pesquisa e desenvolvimento das marcas ao lado do outro centro brasileiro, instalado em Betim (MG), e de unidades nos Estados Unidos e na Itália.

“Já fizemos experimentações de modelos RAM na pista e usamos os mesmos softwares e ferramentas aplicados nas outras estruturas globais de pesquisa”, diz Cota. Além da pista que passa a ser usada para uma série de testes dos carros da companhia, incluindo eficiência energética, a nova área da fábrica conta com laboratório para monitorar os resultados e fazer outras experimentações.



Tags: FCA, Jeep, Compass, fábrica, polo automotivo, pista de testes, Betim, centro de desenvolvimento, P&D.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência