Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Crédito ajuda a recuperar vendas de motos
Enquanto o mercado de motos cresceu 24,9% no 1º bimestre, a linha Honda CG 160 anotou alta 33,2%

Mercado | 06/03/2019 | 19h17

Crédito ajuda a recuperar vendas de motos

Parte dos modelos urbanos teve alta acima da média de mercado neste 1º bimestre

MÁRIO CURCIO, AB

Uma olhada nos emplacamentos do primeiro bimestre mostra que a melhora na concessão de crédito vem mesmo ajudando o setor de motos, cujas vendas no período cresceram 24,9% sobre igual período de 2018.

A linha Honda CG 160, a mais vendida no Brasil, confirma essa melhora na aprovação das propostas de financiamento. A moto é bastante utilizada nas atividades de motofrete e em janeiro em fevereiro somou 49,5 mil unidades licenciadas, 33,2% acima do realizado em iguais meses do ano passado.

Outro bom exemplo é a Pop 110, a Honda mais acessível. Foram 15,3 mil unidades no bimestre, 29% a mais pela comparação interanual. Para a Yamaha 150 Crosser, modelo de uso misto também bastante procurada pelos motoboys, as 4,2 mil unidades emplacadas no bimestre revelam alta de quase 100% sobre iguais meses de 2018.

De acordo com associações como Fenabrave (que reúne as associações de concessionários) e Abraciclo (entidade formada pelas montadoras), a taxa de aprovação das fichas estaria próxima dos 30%. Em 2017 falava-se em 15% a 20%.

Mais do que crédito, a confiança na economia parece tornar consumidores mais dispostos a gastar. As vendas das marcas premium BMW e Kawasaki cresceram quase na mesma medida, 56,6% e 56,8%, respectivamente.



Tags: Motos, emplacamentos, Honda, CG 160, Pop 110, Yamaha, Crosser.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência