Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Mercedes lidera vendas de caminhões com participação de 30% no trimestre

Mercado | 05/04/2019 | 19h51

Mercedes lidera vendas de caminhões com participação de 30% no trimestre

Vice-líder, VWCO perde participação e amplia distância da concorrente líder

SUELI REIS, AB

A Mercedes-Benz liderou com folga o mercado de caminhões no primeiro trimestre: com mais de 6,6 mil unidades emplacadas, a fabricante abocanhou quase um terço das vendas totais do segmento durante o período, cujo volume total chegou a 21,4 mil unidades. Em comparação com mesmo período do ano passado, a empresa viu seu volume aumentar expressivos 61,7%, ao mesmo tempo em que elevou sua participação em mais de dois pontos porcentuais.

A vice-líder Volkswagen Caminhões e Ônibus foi na direção contrária: suas vendas tiveram crescimento abaixo do mercado, 21,2% em um segmento que cresceu mais de 47%. Além disso, a marca diminuiu sua participação em mais de 5 p.p., para 23,3%, ampliando a distância com a concorrente líder. Em três meses, a VWCO emplacou pouco mais de 5 mil caminhões.

Na terceira posição, a Volvo consolida seu avanço no mercado: suas vendas quase que dobraram de um ano para o outro, sempre considerando o resultado do primeiro trimestre. Os emplacamentos superaram os 3,2 mil caminhões e a participação aumentou para 15%.

A Ford, que assegurou a quarta colocação entre as marcas de caminhões mais vendidas no trimestre, parece não ter sido afetada pela sua própria decisão de fechar a fábrica de caminhões em São Bernardo do Campo (SP), conforme anunciou em 19 de fevereiro. Seus emplacamentos cresceram acima dos 50%, para mais de 2,5 mil unidades. Por ora, a unidade montará os caminhões até meados do ano, com volume previsto em 843 unidades, provavelmente já encomendados, segundo informações do sindicato do ABC Paulista.

Scania e Iveco também perderam participação de mercado, embora suas vendas tenham crescido nos primeiros três meses de 2019 em comparação com igual período do ano anterior.

Por outro lado, a DAF aumentou expressivamente o volume licenciado em um ano, com salto de 75% das vendas na mesma base de comparação.

Caoa Hyundai e Agrale fecham a lista com volumes baixos, mas que para ambas, representam crescimento do comparativo anual.



Tags: Mercedes-Benz, VWCO, Volkswagen Caminhões e Ônibus, ranking, Volvo, Ford, Scania, Iveco, DAF, Caoa Hyundai, Agrale, caminhões.

Comentários

  • José

    AVW perdeu a liderança e participação no mercado por erro de estratégia, focou somente em atualizar a linha delivery e deixou a linha constellation e TGX de lado, enquanto a Mercedes fez melhoria na linha toda e principalmente na linha de extra pesados e ganhou mercado e a liderança, e a área BI da VW errou na parte não previsto o crescimento que haveria no extra pesados e não conseguiu desenhar estrategia para crescer no segmento bem como colocar caminhões mais potentes e melhores no mercado, e o resultado foi esse.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência