Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Renault lança sistema de compartilhamento para o elétrico Zoe

Mobilidade | 20/04/2019 | 16h42

Renault lança sistema de compartilhamento para o elétrico Zoe

Serviço começa em São Paulo com preço de R$ 6 para cada 15 minutos a bordo do carro

GIOVANNA RIATO, AB

Quem não tem R$ 149.990 para investir na compra de um Renault Zoe agora pode experimentar o carro elétrico como serviço no sistema de compartilhamento que a montadora passou a oferecer em São Paulo, na Vila Olímpia. Quer dizer, para isso antes é preciso ser um dos 300 funcionários da companhia na cidade ou de uma das startups residentes do Cubo, ecossistema de inovação do Itaú, onde a montadora instalou um espaço próprio para interagir com a comunidade empreendedora, o Renault Lab.

Por enquanto a novidade roda em beta, com apenas um automóvel disponível, mas Ricardo Gondo, presidente da Renault no Brasil, diz que a companhia está pronta para acompanhar a evolução da demanda e, se for o caso, aumentar rapidamente a escala do serviço.

O preço de lançamento da novidade é de R$ 6 a cada quinze minutos de uso – bastante competitivo se comparado ao de empresas que oferecem serviços semelhantes na cidade, como a Zazcar e a Urbano, e interessante até em relação ao valor cobrado para rodar com os cada vez mais populares patinetes da Yellow e da Grin.

EXPANSÃO DO COMPARTILHAMENTO DE CARROS


Gondo conta que o projeto em São Paulo é a ampliação do esforço da companhia para oferecer carros compartilhados no Brasil. Segundo ele, a empresa já conta com o Renault Mobility, um sistema de uso dos carros da frota disponível para os funcionários da companhia em São José dos Pinhais (PR). Há ainda parceria da montadora com a MRV. As empresas oferecem o serviço de compartilhamento do Zoe em um condomínio em Belo Horizonte (MG).

“Entendemos que o nosso negócio não é mais só vender carros. Precisamos entregar solução de mobilidade”, diz Gondo.

O serviço que estreia em São Paulo é oferecido em parceria com a Joycar, startup residente do Cubo especializada na construção de plataformas de compartilhamento de veículos.

AUMENTO DAS VENDAS DO ZOE


Em paralelo com a perspectiva de ampliar o uso do Zoe com o novo serviço, a Renault se prepara também para um aumento das vendas do carro para o consumidor final. Desde o fim de 2018, quando a companhia passou a oferecer o veículo para este público, já foram emplacadas 20 unidades. “Já encomendamos outros 40 carros para o mercado brasileiro”, conta Gondo, apontando que o pedido se baseou no interesse do mercado detectado pela rede de concessionários.

Ao todo a fabricante já negociou 200 unidades do modelo no mercado local desde 2013, quando o carro elétrico começou a ser oferecido no Brasil apenas a outras empresas. Desde então companhias como Fedex e Porto Seguro incorporaram unidades do automóvel em suas frotas corporativas.



Tags: Renault, Zoe, compartilhamento, carro elétrico, cubo.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência