Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Venda de caminhões sustenta alta anual acima dos 40%

Mercado | 02/05/2019 | 18h02

Venda de caminhões sustenta alta anual acima dos 40%

Em quatro meses foram emplacados quase 30 mil veículos pesados de carga. Vendas de ônibus também cresce acima das projeções

PEDRO KUTNEY, AB

As vendas de caminhões continuam sustentando alta acima dos 40%, superando as projeções para 2019 de fabricantes e distribuidores, na casa dos 15% para o ano todo. De acordo com dados de emplacamentos do Renavam divulgados pela Fenabrave (associação dos concessionários) na quinta-feira, 2, de janeiro a abril foram vendidos quase 30 mil (29.866) veículos pesados de carga no País, o que revela crescimento expressivo de 43% sobre o mesmo período de 2018.

Com mais dias úteis do que março (21 contra 19), abril também foi um mês de forte expansão nos emplacamentos de caminhões novos, somando 8.849 unidades, número 11,3% acima do mês anterior e 36,4% maior do que o registrado em abril do ano passado.



- Faça aqui o download dos dados da Fenabrave
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência



Se não houver grandes variações para cima ou para baixo, o volume de emplacamentos de caminhões registrado até o fim do primeiro quadrimestre aponta para a venda em torno de 90 mil unidades até o fim de 2019, o que seria o melhor resultado desde 2015 e representaria crescimento pouco maior que 18%, ou três pontos porcentuais superior ao prognóstico de 15% da Fenabrave e da Anfavea (a associação dos fabricantes).

Ambas as entidades sustentam que a tendência é de desaceleração do porcentual de crescimento do mercado de caminhões, pois foi no segundo semestre do ano passado que as vendas começaram a empinar, assim a base de comparação será mais forte do que a vista até agora.

Desde a metade de 2018 até agora o agronegócio sustenta a alta do mercado brasileiro de caminhões, com a compra de modelos extrapesados para renovar a frota e reduzir custos dos transportadores, o que fez o segmento crescer isoladamente quase 70%. A ampliação da oferta de crédito com juros baixos também por bancos privados ajuda a manter aquecidas as vendas do segmento, até 2015 muito dependentes da linha subsidiada Finame/BNDES. Contudo, os outros segmentos de transporte de carga ainda não demonstraram a mesma recuperação e puxam para baixo o desempenho geral.

VENDAS DE ÔNIBUS CRESCEM 74,6%



As vendas de ônibus também mostram aquecimento acima do esperado nos primeiros quatro meses do ano. Foram vendidos 8.336 veículos de janeiro a abril, em forte alta de 74,6% sobre os meses de 2018.

Em abril o número de ônibus emplacados somou 2.142, em crescimento de 6,9% ante março e de 84,6% na comparação com o mesmo mês do ano passado.

No mês passado, a Fenabrave revisou para cima a expectativa de vendas de ônibus este ano: a entidade estima que serão comercializadas 23 mil unidades, o que representa expansão de 52,5% ante 2018. Segundo a associação dos concessionários, uma conjunção de três fatores empurra os números: o aumento das vendas para o programa governamental Caminho da Escola, ampliação da frota de ônibus rodoviários e renovação de linhas urbanas.



Tags: Mercado, Fenabrave, venda, caminhões, ônibus, veículos comerciais pesados, Renavam.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência