Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Yamaha renova R3, moto esportiva mais vendida do Brasil
Entre os faróis há agora uma nova abertura para passagem de ar para o radiador

Lançamentos | 22/07/2019 | 13h36

Yamaha renova R3, moto esportiva mais vendida do Brasil

Modelo recebeu mudanças importantes, tem agora 4 anos de garantia e parte de R$ 23.990

REDAÇÃO AB

A Yamaha renovou a R3, a moto esportiva mais vendida no Brasil. Embora tenha mantido sem alterações o motor de 321 cc e 42 cavalos, a montadora realizou uma série de alterações no modelo. A R3 teve sua garantia aumentada de um para quatro anos. O preço inicial é de R$ 23.990.

Para tornar a posição de pilotagem mais esportiva a Yamaha baixou a altura do guidão em 2,2 centímetros e a do tanque em 2 cm. Este manteve a capacidade total para 14 litros de gasolina porque ficou 31 cm mais largo.

O painel de instrumentos agora é 100% digital. Entre os faróis há agora a abertura de um duto para entrada de par para o radiador. Os faróis principais usam LEDs e todas as carenagens (frontais e laterais) são novas. A Yamaha alterou também a suspensão dianteira, que conta agora com amortecedores invertidos. Essa mudança melhora o controle da moto porque reduz a massa não suspensa. Os freios recebem sistema antitravamento (ABS) de série, que se tornaram obrigatórios em 2018 para motos acima de 300 cc.

A R3 foi lançada no Brasil em agosto de 2015. De lá para cá teve 6,4 mil unidades emplacadas. Assumiu a liderança entre as esportivas no ano de 2016. Neste primeiro semestre de 2019 ficou apenas dez unidades à frente da Kawasaki Ninja 400, mas esta renovação tende a abrir novamente a vantagem da R3 sobre a concorrente até o fim do ano.




Tags: Yamaha, R3, ABS, LEDs, Kawasaki, Ninja.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência