Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Financiamento de veículos deve continuar aquecido
Bernardino, do Itaú Unibanco: cenário econômico propício para o mercado de veículos, com mais crédito disponível. Foto: Rui Hizatugu

Conjuntura | 22/08/2019 | 17h05

Financiamento de veículos deve continuar aquecido

Com a melhora dos índices macroeconômicos, acesso ao crédito será crescente

ERICA MUNHOZ, PARA AB

Inadimplência em queda, taxa de juros idem, concessão de financiamentos em curva ascendente e participação do crédito no PIB retornando a bons patamares. Essa conjunção de fatores deve impactar de forma positiva o mercado brasileiro de veículos. Essa foi a reflexão feita por Rodnei Bernardino, diretor de veículos do Itaú Unibanco, em sua apresentação no Workshop Planejamento Automotivo ABPLAN 2020, realizado por Automotive Business na segunda-feira, 19, no WTC Events Center, em São Paulo.

Para Bernardino, trata-se de um panorama de mercado que corresponde de maneira bastante satisfatória ao acesso ao crédito. Mesmo com a população se comprometendo de maneira mais discreta com o consumo, o empreendedorismo faz a contrapartida necessária para que o segmento continue aquecido.

“Os próximos anos acenam para uma modesta melhora nos indicadores macroeconômicos, levando a uma tendência de redução da inadimplência dos clientes e das taxas de juros, movimento que faz ascender as concessões de crédito”, analisou Rodnei Bernardino.



Entretanto, é necessário acrescentar a esse contexto a jornada do cliente, como pensa e se comporta. A depender de como se apresentam a economia, a política e até situações de vida dos consumidores – que servem como gatilho para iniciar ou não o processo de comprar um veículo –, todo o planejamento financeiro do consumidor pode sofrer influência.

Na apresentação do diretor do Itaú Unibanco, a fotografia de hoje retrata que o início do processo de decisão de compra de um veículo é on-line e concluído rapidamente por 62% dos clientes; 70% deles pesquisam na internet onde achar a loja, vão até lá e acabam não retornando por descontentamento com o atendimento. O que se conclui disso é que se os clientes terminam o processo de compra na concessionária, o bom atendimento será crucial para a sua escolha.

A FORÇA DA MOBILIDADE COMO SERVIÇO



Entre as principais tendências consideradas nas projeções do Itaú Unibanco está a oferta de mobilidade como um serviço, com crescimento do mercado de compartilhamento de veículos ao ritmo de 35% ao ano, o que deve afetar diretamente o comércio de carros. Espera-se que a receita global com serviços de compartilhamento alcance US$ 6,5 bilhões em 2024, valor seis vezes maior que o registrado em 2015.

Nos Estados Unidos gerações mais novas já estão dispostas a trocar a posse do veículo pelo compartilhamento. Já no Brasil, por hora, as emissões de CNH estão sendo postergadas pelos mais jovens, mas contraditoriamente eles representam o maior crescimento na participação dos financiamentos. Em resumo: apesar da redução do número de carteiras de motorista emitidas, consumidores com idades entre 18 a 35 anos apresentaram alta significativa de 26,6% na tomada de crédito para comprar carros.



Tags: Mercado, crédito, financiamento, Rodnei Bernardino, Itaú Unibanco, mobilidade, tendência, ABPLAN 2020, Workshop Planejamento Automotivo 2020.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência