Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Segurança | 28/08/2019 | 18h44

Honda alerta sobre risco de airbags Takata defeituosos

Fabricante lança campanha com depoimento de acidentado para convencer clientes a atender recall e reparar defeito das bolsas de ar

REDAÇÃO AB

A Honda decidiu abordar com rara franqueza o problema dos airbags mortais fornecidos pela Takata desde o início dos anos 2000, alertando com clareza que os clientes que não atenderam ao recall podem se ferir gravemente ou até mesmo morrer em um acidente. A fabricante lançou na quarta-feira, 28, uma campanha nacional para informar os proprietários de modelos Honda vendidos no País entre 2001 e 2015 sobre o risco de não trocar o insuflador defeituoso das bolsas de ar, que pode se partir quando acionado, lançando fragmentos de metal sobre o motorista e o passageiro ao lado – a falha já matou dezenas de pessoas e feriu centenas, principalmente nos Estados Unidos.

Na campanha, a Honda divulgou um vídeo no Youtube (veja mais abaixo) que mostra como o airbag defeituoso lança os fragmentos ao se romper, logo a seguir é exibido o depoimento de Tiago Ferreira, que foi vítima do defeito em seu Honda Civic 2007 em um acidente sofrido em setembro de 2018. “O que você acabou de ver (no vídeo) aconteceu comigo – e por pouco não perdi a vida. Ao bater no veículo da frente o insuflador do airbag Takata se partiu, lançando pedaços de metal na minha direção. Sofri um corte no peito e outros ferimentos no corpo”, conta Ferreira.

O Civic que Tiago Ferreira dirigia estava envolvido no megarecall global e havia sido convocado para troca do insuflador, em duas ocasiões em 2015, mas o veículo não passou pelo reparo, assim como 42% dos modelos Honda produzidos de 2001 a 2015, equipados com os airbags potencialmente perigosos, que ainda não atenderam o recall da marca no País. O problema descoberto há alguns anos atinge milhões de carros de mais de 20 marcas no mundo todo – cerca de 3,5 milhões deles no Brasil. A falha originou a maior campanha de recall da história da indústria. Nos Estados Unidos, a Honda confirma que as bolsas de ar da Takata já mataram 14 pessoas em acidentes a bordo de seus veículos, além de contabilizar mais de 200 feridos.

Para aumentar a adesão ao recall no Brasil além dos atuais 58%, a Honda informa que a atual campanha terá abrangência nacional, com divulgação de vídeos e anúncios em mídias sociais e WhatsApp, a fim de maximizar o alcance da mensagem. Além da veiculação de vídeos, entrega de folhetos em pedágios, envio de correspondência, call center ativo e outras iniciativas, a empresa realizou parcerias com as autoridades de trânsito, incluindo os Detrans de São Paulo e do Paraná e o Denatran (órgão federal), para a localização dos proprietários dos veículos afetados.

A Honda solicita a todos os proprietários para checarem se seus veículos estão incluídos nos recalls do insuflador de airbag Takata no link www.honda.com.br/recall. O agendamento pode ser feito pelo mesmo site ou pela central de atendimento: 0800-701-3432.

Assista abaixo o vídeo veiculado pela Honda sobre os riscos do airbag com defeito



Tags: Honda, Takata, airbags, bolsas de ar, defeito, segurança, recall.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência