Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Volkswagen requenta investimento em SP para aproveitar IncentivAuto
Henrique Meirelles, Orlando Morando, João Doria, Ralf Brandstätter e Pablo Di Si (da esq. à dir.) à frente do desenho do novo VW a ser feito no Brasil: anúncio de investimento já programado em SP

Indústria | 29/08/2019 | 18h00

Volkswagen requenta investimento em SP para aproveitar IncentivAuto

Última parte do programa de R$ 7 bi, R$ 2,4 bi serão aplicados para fazer SUV do Polo em São Bernardo

PEDRO KUTNEY, AB

Ainda não foi desta vez que a Volkswagen anunciou seu novo plano de aportes no Brasil, como fez acreditar na semana passada a secretária de Desenvolvimento Econômico de São Paulo, Patrícia Ellen, quando informou que o governador João Doria iria viajar à Alemanha para o anúncio de investimento no Estado de “uma empresa alemã do setor”. Doria foi mesmo, acompanhado de seu secretário da Fazenda, Henrique Meirelles, e do prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando. Mas o que eles ouviram na quinta-feira, 29, do chefe global de operações (COO) da marca VW, Ralf Brandstätter, e do presidente da empresa na América Latina, Pablo Di Si, não foi um novo investimento, mas a divulgação da destinação da última parte do programa de R$ 7 bilhões no período 2017-2020.

Em reunião na sede global da Volkswagen na Alemanha, em Wolfsburg, a empresa informou que destinará R$ 2,4 bilhões entre este ano e o próximo para modernizar e fazer um novo carro (versão SUV do Polo) em São Bernardo do Campo e ampliar a capacidade da planta de motores em São Carlos, ambas em São Paulo. Dessa forma, credencia o aporte às isenções tributárias previstas no IncentivAuto.

O governador Doria confirmou essa parte do investimento de fato deverá ser beneficiada pelo programa, criado pelo governo estadual no início deste ano, que prevê a concessão de descontos no ICMS de veículos fabricados no Estado envolvidos em investimentos acima de R$ 1 bilhão, com geração de no mínimo 400 empregos – o abatimento tributário começa em 2,25% e chega ao teto de 25% para quem investir acima de R$ 10 bilhões (caso da GM, primeira a aderir ao IncentivAuto, logo após ameaçar fechar ou reduzir suas duas fábricas no Estado).

O próprio Doria havia informado que investimentos em andamento também poderiam obter os benefícios do IncentivAuto, desde que estivessem em curso e ainda não tivessem sido finalizados antes do anúncio do programa, em março passado. Portanto, o caso da Volkswagen se encaixa nessa possibilidade aberta pelo governador, pois o aporte é mais que o dobro do valor mínimo (deverá receber desconto progressivo pouco maior de 5%) e também envolve contratações – a empresa informa em comunicado ter efetivado 500 funcionários recentemente, 100 no departamento de engenharia e design e outros 400 em novas posições abertas nas linhas de montagem.

Com mais este aporte, as fábricas paulistas da Volkswagen vão somar R$ 5 bilhões recebidos desde 2017 – a primeira parte, R$ 2,6 bilhões, foi aplicada na planta de São Bernardo para produzir o hatch Polo e o sedã Virtus sobre a plataforma MQB. Outros R$ 2 bilhões foram direcionados no ano passado para fabricar o SUV T-Cross em São José dos Pinhais (PR). Tudo somado totaliza os R$ 7 bilhões do programa 2017-2020.

“A América do Sul é muito relevante para a Volkswagen. Em 2019, é o mercado que mais cresce para a marca no mundo, respondendo por cerca de 8% das vendas globais da marca. Por isso estamos reforçando o compromisso com o Brasil e a região”, declarou Ralf Brandstätter.



CARRO GLOBAL DESENVOLVIDO NO BRASIL



A Volkswagen informou que a maior parte dos R$ 2,4 bilhões será aplicada na Planta Anchieta, em São Bernardo, para modernizar algumas linhas e, principalmente, começar a produzir no País mais um modelo sobre a plataforma global modular do Grupo VW, a MQB. O carro é denominado pela empresa “New Urban Coupé”, que segundo informa a imprensa especializada será chamado T-Sport, previsto para ser lançado no mercado brasileiro em maio de 2020, conforme apurou a reportagem do UOL Carros em Wolfsburg.

Trata-se de uma versão SUV do hatch Polo, também definida na indústria como CUV (sigla de Compact Utility Vehicle), que fica posicionado em tamanho e preços logo abaixo do T-Cross. O veículo já estava previsto para ser fabricado no Brasil, incluído no atual programa de investimentos, e foi desenhado e projetado pela engenharia brasileira da empresa sobre a plataforma MQB. O carro será produzido também na Europa, na planta da companhia em Pamplona, na Espanha.


Os primeiros traços divulgados pela Volkswagen do New Urban Coupé a ser fabricado em São Bernardo: desenho assinado pelo brasileiro José Carlos Pavone para o novo projeto da engenharia brasileira da empresa

“É a primeira vez que a Volkswagen do Brasil irá exportar o conceito de um novo veículo desenvolvido 100% aqui e que terá abrangência global. O conceito New Urban Coupé tem design que alia esportividade uma posição de dirigir mais elevada, em uma receita única que representa um novo segmento. Será a democratização de um estilo hoje oferecido apenas em modelos premium”, afirma Pablo Di Si.



MAIS DESENVOLVIMENTO LOCAL



Segundo a Volkswagen, o novo carro é resultado direto do processo de regionalização promovido pela marca mundialmente desde 2016, que criou a divisão que compreende América do Sul, Central e Caribe e garantiu maior autonomia local para investir no desenvolvimento de produtos. A empresa também informa que produção do novo modelo na Planta Anchieta “só foi possível graças ao acordo coletivo com os empregados, por meio do sindicato dos metalúrgicos do ABC”.

Conforme comunicado da empresa, para reforçar o desenvolvimento de novos produtos, foram contratados mais 100 profissionais para as áreas de engenharia e design, que se somaram aos 850 existentes, superando assim as mil pessoas envolvidas diretamente na criação de veículos, como é o caso do novo produto, além de componentes, serviços e soluções diversas.

Exemplo do aumento de capacidade da engenharia local da Volkswagen é o novo sistema de infoentretenimento, desenvolvido pela empresa no País, que será lançado junto com o novo modelo no ano que vem. Cerca de 50 engenheiros trabalharam no projeto, que será exportado a partir do Brasil e estará em outras linhas de montagem pelo mundo, informa a Volkswagen.

Os investimentos em digitalização aceleraram os processos da engenharia. O novo veículo é desenvolvido desde o início com as ferramentas digitais que dão maior agilidade nas possíveis alterações de design e configurações, seguindo necessidades apontadas em clínicas com os clientes. A Volkswagen calcula que o sistema de prototipagem virtual adotado já reduziu em quase um ano o tempo de desenvolvimento do New Urban Coupé.

MODERNIZAÇÃO E AUMENTO DE CAPACIDADE



A Volkswagen afirma que o novo carro trará novos investimentos às linhas de produção da Anchieta, que atualmente fabrica Polo, Virtus e Saveiro e Saveiro Cross. Serão adotadas mais ferramentas da Indústria 4.0, como impressoras 3D, processos digitalizados, alto nível de automação e inteligência artificial.

Está no plano também a introdução de um novo conjunto de prensas para garantir maior produtividade. Com o novo equipamento, a empresa calcula que serão produzidas quatro vezes mais peças por minuto na comparação com a linha anterior. A troca das ferramentas de estampagem, que mudam dependendo do veículo ou da peça a ser produzida, também é reduzida de 45 para 5 minutos.

Uma parte dos recursos investidos irá para a fábrica de motores de São Carlos, que vai duplicar a linha de usinagem de virabrequins de 1 mil para 2 mil unidades diárias. A montagem final vai ganhar mais flexibilidade para aumentar a produtividade e atender a alta demanda pelos motores da família EA 211, com versões aspiradas e turbinadas.



Tags: Volkswagen, investimento, indústria, IncentivAuto, São Paulo SP, São Bernardo, São Carlos, motores, Polo SUV.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência