Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Mercedes-Benz exporta ônibus ao Haiti após 40 anos sem pedidos

Negócios | 24/09/2019 | 20h50

Mercedes-Benz exporta ônibus ao Haiti após 40 anos sem pedidos

Foram vendidos quatro chassis urbanos encarroçados pela Mascarello

REDAÇÃO AB

Após 40 anos sem nenhum pedido, a Mercedes-Benz voltou a exportar ônibus para o Haiti. Foram negociados quatro chassis urbanos OF 1730 produzidos em São Bernardo do Campo (SP), que receberam carrocerias da Mascarello em Cascavel (PR). Os veículos serão usados na capital Porto Príncipe para o transporte de empregados da empresa Dieu Qui Decide.

Os ônibus foram negociados pelo concessionário Les Monterrionis, representante da Mercedes-Benz no Haiti. O cliente deve receber os novos veículos em meados de outubro e a operação deles no país começa em novembro.

Segundo a Mercedes, Eddy René, proprietário da Dieu Qui Decide, foi um tradicional cliente da marca no passado. “Atualmente, este cliente tem forte participação nas operações do transporte coletivo no Haiti. Acreditamos que com essa venda vamos fomentar novos negócios neste mercado e assim conquistar novos clientes no país”, afirma Marcio Querichelli, diretor do Regional Center Daimler Latina Caminhões e Ônibus.



Tags: Mercedes-Benz, Haiti, exportação, ônibus, chassi, Mascarello.

Comentários

  • EricDanilo de Oliveira Novais

    MercedesBenz e o melhor negócio. Força econômia de combustível e qualidade operacional.

  • AntonioBalbino dos Santos

    Quantomais pedido o Haiti fizer melhor para mim, que aumenta produção. E terei minha oportunidade de fazer parte do quadro de funcionário desta magnifica empresa.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência