Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Cummins terá motor ISL G a gás a partir da Fenatran
Motor ISL G a gás será uma das novidades da Cummins para a Fenatran

Lançamentos | 01/10/2019 | 18h41

Cummins terá motor ISL G a gás a partir da Fenatran

Empresa também lançará o motor X13 com novo sistema de pós-tratamento para o Euro 6

SUELI REIS, AB

A Cummins reservou duas novidades para apresentá-las ao público na 22ª edição da Fenatran, que acontece entre os dias 14 e 18 de outubro em São Paulo: a linha de motores a gás para caminhões e ônibus ISL G e o novo motor a diesel X13 (9 a 15 litros) com novo pacote de pós-tratamento U-Module.

A linha a gás abrange sete plataformas diferentes de motores para caminhões e ônibus que variam de 5,9 a 12 litros e potências de 195 cv a 400 cv. Durante o evento, estará em exposição o motor a GNV ISL G de 8,9 litros desenvolvido para chassis de ônibus, faixa que atende os mercados de ônibus escolar e transporte urbano, mas também para caminhões. O motor, que pode operar com gás natural e biogás, atende aos requisitos de emissões atuais determinados pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA) e da California Air Resource Board (ARB).

Segundo o presidente da Cummins Brasil e vice-presidente da Cummins Inc., Luis Pasquotto, a empresa já está com parcerias com Agrale e Marcopolo para o desenvolvimento de ônibus equipados com os motores a gás. “Temos ainda pelo menos outros dois clientes, incluindo caminhões”, disse na terça-feira, 1º, a um grupo de jornalistas em São Paulo.

O executivo diz que a princípio a empresa não tem planos de produzir seus motores a gás no Brasil: “Até poderia fazer com um investimento não muito alto, mas neste primeiro momento não vamos fazer”, argumentando a necessidade de haver demanda suficiente para justificar o investimento.

Importado dos Estados Unidos, sendo que algumas versões podem vir da China, o motor a gás ISL G é denominado pela própria empresa como uma versão ultra limpa: ele emite 90% a menos do que o limite imposto pela legislação norte-americana. “É uma solução intermediária que faz a ponte entre a transição do motor a diesel para o elétrico e faz mais sentido neste momento; é mais competitivo do que um elétrico e mais limpo do que o diesel”, completa Pasquotto.

A empresa já fez testes do motor no Chile, com aplicação do modelo ISL G de nove litros em um ônibus, sendo este a primeira avaliação do propulsor fora dos Estados Unidos. “O motor também é bem mais silencioso: o motor a diesel é mais ruidoso do que dez motores a gás em marcha lenta”, diz.

NOVA OPÇÃO A DIESEL DE 13 LITROS PREPARADA PARA O EURO 6


Dedicado a caminhões acima de 45 toneladas de PBT, como médios, pesados e extrapesados, o motor X13 a diesel (13 litros) é a nova opção da linha que já oferece os motores X9, X12 e X15. É baseado no X12, a versão que inaugurou em 2017 o novo padrão de plataforma global de motores pesados. Com as mesmas dimensões do irmão de 12 litros, o novo propulsor segue a tendência de downsizing mas entrega potência e torques mais elevados de 480 cv a 560 cv e 2.400 a 2.600 Nm.

Desenvolvido para atender as diversas normas internacionais de emissões, começa a ser produzido na China em 2020.

Ele traz ainda o U Module, novo sistema de pós-tratamento da companhia, desenvolvido pela divisão Cummins Emissions Solutions (CES) para caminhões de alta potência. Baseado no Euro 6 Single Module, agora com novo desenho em formato de U (Single Module possui layout em formato de S) altamente flexível, compacto e de baixo peso e pode ser integrado em qualquer motor eletrônico para atender o mercado brasileiro com projetos de veículos Euro 6. Ele é composto por quatro módulos: catalisador de oxidação de partículas (DOC), filtro de particulado derivado do diesel (DPF), misturador de gases e partículas de ureia (Mixer) e o catalisador de redução de NOx (SCR).

“Reduzindo o peso, o volume de compra de material é menor, gerando um preço final mais competitivo”, afirma o diretor executivo de engenharia da Cummins para América Latina, Adriano Rishi. O executivo acrescenta que a empresa já está prospectando as montadoras para apresentar seu novo produto.



Tags: Cummins, motor, gás, diesel, Fenatran, lançamento, caminhões, ônibus.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência