Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 04/10/2019 | 20h58

Produção de veículos recua 35% na Argentina

Queda ainda é reflexo de baixa de demanda do mercado interno e das exportações

REDAÇÃO AB

A produção de veículos recuou 34,9% na Argentina considerando o volume do acumulado de janeiro a setembro na comparação com mesmo período do ano passado. As fabricantes somam 241,3 mil unidades, entre automóveis e comerciais leves entregues entre janeiro e setembro, de acordo com dados divulgados pela Adefa, associação das montadoras no país.



- Faça aqui o download dos dados da Adefa
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência



O ritmo fraco na produção ainda é reflexo da baixa demanda no mercado interno. As vendas no atacado totalizaram pouco mais de 291,2 mil veículos, representando queda de 48,3% sobre as 563 mil unidades de iguais meses de 2018.

Da mesma forma, as exportações diminuíram 15,3% no acumulado de janeiro a setembro, para 168 mil veículos, dos quais 109,9 mil ou 65,4% foram destinados ao Brasil, 29,7% a menos no comparativo anual.

“Todos os elos da cadeia estão trabalhando em uma agenda com uma visão comum de 10 anos, que nos permite preservar a atividade diante dos desafios atuais e gerar as condições necessárias para nos posicionarmos com mais força contra a tomada de decisões na região, competir em igualdade de condições nas próximas tarefas e prosseguir no desenvolvimento de novas tecnologias”, declarou o presidente da Adefa, Luis Fernando Peláez Gamboa.

Segundo o executivo, a entidade tem como foco modificar em conjunto as questões estruturais que impactam a competitividade da indústria por meio de um plano sustentável e de longo prazo.



Tags: Produção, Argentina, vendas, exportações, Adefa.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência