Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
VW Caminhões e Ônibus completa parceiros para produzir o e-Delivery
Roberto Cortes (à frente, com paletó aberto) e parceiros da Volkswagen Caminhões e Ônibus na futura produção do primeiro caminhão elétrico do País (foto: Mário Curcio)

Indústria | 13/10/2019 | 18h27

VW Caminhões e Ônibus completa parceiros para produzir o e-Delivery

Montadora define consórcio para produção do primeiro caminhão elétrico em Resende

MÁRIO CURCIO, AB



Para iniciar as vendas no segundo semestre de 2020 da versão elétrica do caminhão Delivery, a VW Caminhões e Ônibus reuniu fornecedores no e-Consórcio para viabilizar dividir o investimento, repetindo a estratégia adotada há mais de 20 anos, quando levou para dentro da fábrica de Resende (RJ) parceiros que ajudariam com o fornecimento de itens e com a própria montagem dos veículos. Os nove participantes do e-Consórcio se reuniram com a montadora na apresentação da empresa à imprensa na Fenatran, que ocorre de 14 a 18 de outubro no São Paulo Expo.

“Este é um novo ecossistema para mobilidade elétrica no Brasil”, afirma o CEO da VWCO, Roberto Cortes.



Oito empresas fornecedoras estão confirmadas: Bosch, CATL (fabricante chinesa de baterias), Moura, Semcon, Siemens, Weg, Meritor e Eletra. “Também contamos com a parceira estratégica da Ambev, pela intenção de compra de 1,6 mil caminhões e-Delivery”, recorda Cortes.

Besaliel Botelho, presidente da Bosch para a América Latina, afirma que esse consórcio inicia um conjunto de mudanças capazes de transformar a mobilidade urbana brasileira. “Vamos fornecer o gerenciamento eletrônico do caminhão. Num primeiro momento o equipamento virá importado da Alemanha”, afirma Botelho.

A Siemens vai fornecer toda a infraestrutura de energia para recarga das baterias. “Em todos os locais onde é preciso carregar as baterias existe a necessidade de instalações elétricas apropriadas. Por isso estaremos dentro da fábrica, em Resende, na rede de concessionárias VW Caminhões e Ônibus e nos clientes como a Ambev, que também vão precisar da infraestrutura de recarga, diz Clark.

Segundo a Siemens, os equipamentos virão da Alemanha e de Portugal, mas quando houver volume significativo os itens serão nacionalizados na fábrica de Jundiaí (SP), o que pode ocorrer de dois a cinco anos.

A Moura pretende produzir no futuro as baterias, que inicialmente serão fornecidas pela CATL.

“Neste primeiro momento seremos responsáveis pela importação, armazenamento, preparação e instalação das baterias no e-Delivery. Faremos também a assistência pós-venda”, afirma o diretor geral da divisão de lítio da Moura, Fernando Castelão.



DESTAQUES DA VWCO NA FENATRAN


A VW Caminhões e Ônibus guardou para a Fenatran a apresentação do Constellation 33.440, uma nova versão para operações severas equipada com motorização e chassi do MAN TGX.

“O caminhão já é testado por clientes e teve grande aceitação”, garante Roberto Cortes. Outro lançamento na linha Constellation é a versão 26.280 8x4, em que a montadora reduziu o peso e ampliou a capacidade de carga. Foi criado a partir do conceito sob medida para utilização na construção civil, como caminhão-betoneira.

Também estão na feira caminhões recém-lançados como os Delivery com transmissão automatizada e também o Delivery 11.180 com tração 4x4.



Tags: VW, VWCO, Delivery, VW Caminhões e Ônibus, Roberto Cortes.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência