Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Mercado de pneus repete em 2019 o resultado de 2018

Balanço | 21/01/2020 | 18h30

Mercado de pneus repete em 2019 o resultado de 2018

Alta nas vendas para as montadoras não foi suficiente para compensar a queda na reposição

REDAÇÃO AB

A venda de pneus no Brasil terminou 2019 com 59,5 milhões de unidades, praticamente repetindo o número de 2018 (59,6 milhões) e resultando em mínima retração de 0,1%. A alta de 3,1% na entrega para as montadoras não foi capaz de compensar a queda de 1,7% no mercado de reposição, que é 2,7% mais volumoso. Os números foram divulgados pela Anip, entidade que reúne as fabricantes instaladas no Brasil.



- Faça aqui o download dos dados da Anip
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência



O resultado da indústria de pneus também reflete baixo crescimento na produção de veículos no País (2,94 milhões, alta de 2,3%, segundo a Anfavea). O fornecimento de pneus de passeio para as montadoras somou 10,6 milhões de unidades, resultando em alta de 4,4%. Mas a reposição desse segmento caiu 2,4% ao anotar 23,1 milhões de unidades.

A utilização de pneus importados, reformados e também a decisão do consumidor de adiar a troca explicariam a queda no pós-venda. Para os veículos pesados (caminhões e ônibus), a venda às montadoras cresceu 24,4% ao registrar 1,8 milhão de pneus entregues. Já a reposição, com 5,5 milhões de unidades, caiu 3,9%.

Os pneus para comerciais leves anotaram queda tanto na venda às montadoras (3 milhões de unidades, -8,2%) como para reposição (4,6 milhões, -0,8%). Para motos a Anip só divulga as vendas totais: 9,8 milhões de pneus, 0,8% a mais que em 2018. Como a produção de Manaus (AM) fechou 2019 com cerca de 1,1 milhão de motos fabricadas, estima-se que mais de 2,2 milhões de pneus foram entregues às montadoras.

SUPERÁVIT NA BALANÇA COMERCIAL


De janeiro a dezembro o Brasil exportou US$ 1,15 bilhão em pneus e trouxe US$ 970 milhões, o que resultou em superávit de US$ 183,6 milhões. Esse total foi 7% mais alto que o anotado em 2018. Em unidades, o Brasil importou 35,7 milhões de pneus, 20,8 milhões a mais do que exportou, mas manteve a balança comercial positiva porque continua embarcando produtos de maior valor que aqueles que importa.



Tags: Pneus, Anip, montadoras, reposição, caminhões, ônibus, comerciais leves, motos, balança comercial, superávit, importação, exportação.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência