Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Ford usa impressão 3D em dispositivo antifurto
Desenho pode ser gravado utilizando sons, as iniciais do dono do carro ou o traçado de um autódromo, por exemplo

Engenharia | 29/01/2020 | 16h05

Ford usa impressão 3D em dispositivo antifurto

Porcas para rodas têm desenho único, que pode ser criado a partir da voz do dono do carro

REDAÇÃO AB

A Ford Europa está usando a impressão 3D para evitar o furto de rodas. A empresa desenvolveu uma tecnologia que permite personalizar as porcas de fixação a partir da voz do cliente ou de detalhes do próprio veículo para criar um desenho único e difícil de copiar.

Ao lado da EOS, empresa líder em soluções de prototipagem rápida, a Ford criou porcas de fixação com desenho baseado na voz do motorista, que assim como a íris e a impressão digital pode ser usada na identificação biométrica.

Os engenheiros gravam a voz do motorista por no mínimo um segundo, dizendo algo como “eu dirijo um Ford Mustang”, e usam um software para converter essas ondas sonoras em um padrão físico. Este, por sua vez, se transforma em um círculo e é usado para desenhar o entalhe da porca e da chave.

A porca e a chave são impressas em 3D como uma peça só, em aço inoxidável. Depois, a porca e a chave são separadas, recebem polimento e estão prontas para o uso. O design inclui recursos que evitam a cópia da peça. As fendas internas da porca se alargam no fundo. Se o gatuno tentar fazer um molde de cera, a parafina se quebrará ao ser puxada.

Além da voz, o desenho pode ser inspirado no logotipo do veículo, nas iniciais do cliente ou em temas de seu interesse, como o traçado de um autódromo famoso.

A impressão 3D, ou prototipagem rápida, dá flexibilidade aos projetos e ajuda a reduzir o peso, melhorar o desempenho e criar peças que não seriam possíveis com os métodos convencionais. Há mais de 30 anos a Ford vem ampliando progressivamente o uso da impressão 3D para fabricar protótipos de peças e reduzir o tempo de desenvolvimento de seus veículos.

A empresa já usou a tecnologia para criar peças do Ford GT e do Mustang GT500, além de componentes especiais para carros de competição. Na linha de produção, a montadora usa a impressão 3D para criar ferramentas até 50% mais leves, que tornam as operações de montagem menos cansativas.



Tags: Ford, impressão 3D, rodas de liga leve, EOS, Mustang, GT500.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência