Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Motos começam 2020 com leve alta de 1,1%

Mercado | 04/02/2020 | 17h05

Motos começam 2020 com leve alta de 1,1%

Falta de modelos de baixa cilindrada prejudicou o segmento, que ficou abaixo de 92 mil unidades

MÁRIO CURCIO, AB

A venda de motos em janeiro somou 91,7 mil unidades, registrando pequena alta de 1,1% sobre o mesmo mês do ano passado. Na comparação com dezembro houve queda de apenas 2,6%. A média diária de vendas foi boa, próxima a 4,2 mil unidades. Os números foram divulgados pela Fenabrave, entidade que reúne as associações de concessionários.

“O número de janeiro poderia ser mais alto e reflete a falta de modelos de baixa cilindrada na rede”, afirma o vice-presidente da Fenabrave, Carlos Porto.



O desabastecimento parcial das concessionárias já havia ocorrido no meio de 2019, mas por causa da dificuldade dos fornecedores de componentes em acompanhar o crescimento da produção. Acredita-se que, neste início de ano, o motivo sejam as férias coletivas das montadoras em Manaus: a produção em dezembro foi de 69 mil unidades, 25,8% a menos que em novembro.

A Honda começou o ano com 71,9 mil motos emplacadas e 78,4% de participação. A fatia da empresa no acumulado de 2019 foi de 79,2%. A Yamaha ganhou espaço. Com 14,1 mil unidades, obteve 15,4% do mercado de duas rodas. Em 2019 foram 14%.

A fabricante Haojue, cujas motos e scooters compartilham parque fabril e rede com a Suzuki, se consolida na terceira posição, com pouco mais de mil unidades lacradas e 1,1% do mercado. Já a coirmã japonesa está na décima posição, com apenas 269 motos licenciadas. Isso ocorre porque a J.Toledo Suzuki está se concentrando na produção de modelos de alta cilindrada, enquanto a JTZ dá conta de modelos de baixa cilindrada com Haojue e scooters Kymco.



- Faça aqui o download dos dados da Fenabrave
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência





Tags: Motos, Fenabrave, emplacamentos, Honda, Yamaha, Carlos Porto, Haojue, Kymco, JTZ, J.Toledo.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência