Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Vendas de carros cresceram 8% na 1ª quinzena, mas queda é esperada

COVID-19 | 19/03/2020 | 17h13

Vendas de carros cresceram 8% na 1ª quinzena, mas queda é esperada

Antes do isolamento pelo coronavírus, emplacamentos somaram 112 mil, 10.198 por dia

JOEL LEITE, AUTOINFORME

Antes do agravamento da epidemia de coronavírus e começar a isolar as pessoas em casa, a primeira quinzena deste mês registrou expressivo crescimento de vendas de veículos leves. Foram emplacados 112.185 carros e utilitários, o que representou avanço de 8,3% em relação aos primeiros 15 dias de fevereiro e um excepcional aumento de 42,9% sobre a metade de março do ano passado – neste último caso o porcentual foi inflado pela base achatada de comparação, porque no ano passado o carnaval ocorreu no início de março, reduzindo os emplacamentos naquele período.

A média diária de emplacamentos na primeira quinzena de março também foi expressiva: 10.198 unidades por dia útil. O desempenho comprova que o mercado tinha apontado para cima.

Segundo comunicado da Fenabrave, que reúne os concessionários, a rede de revendas não sentiu o impacto da pandemia até o início desta semana. “Até agora, a Fenabrave não aponta redução nos emplacamentos de veículos – diz o comunicado – e garante que os estoques estão normalizados, com garantia de abastecimento entre 45 a 60 dias. Caso haja falta de peças e componentes na produção, é provável que tenhamos queda nos estoques da rede, mas esperamos que a situação se normalize antes que faltem veículos nas concessionárias”, diz a nota da entidade.

Não há relatos de redução de fluxo de clientes nas lojas, por enquanto. Como as medidas restritivas de circulação mais austeras foram tomadas há poucos dias é possível que esse cenário seja sensivelmente alterado nas próximas semanas.

Assim a Fenabrave manteve suas projeções de crescimento para 2020, que é de 9%. Do início deste ano até a primeira quinzena de março o aumento de vendas é de 6,5%, com de 488.947 unidades licenciadas, contra 459.156 no mesmo período do ano passado.

Para Enio Pinto, especialista do Sebrae, a crise que se instala na economia agora é causada fundamentalmente por um problema de caixa: “Na medida em que a população se vê forçada a circular menos e evita sair de casa, o consumo de produtos e serviços tende a ter queda significativa”.

Ele dá como dica para aumentar as vendas e reduzir os custos no momento de crise o aumento do uso das mídias sociais na prospecção e vendas, o reforço das plataformas de vendas on-line e negociação de prazos e preços com fornecedores.

_______________________________________________________
Este texto foi publicado originalmente pela Agência Autoinforme
joelleite@autoinforme.com.br



Tags: Mercado, vendas, veículos leves, emplacamentos, primeira quinzena março 2020, Joel Leite, Autoinforme.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência