Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Ford se une a outras empresas para produzir respiradores nos EUA
Modelo de protetor facial produzido pela Ford

COVID-19 | 26/03/2020 | 17h00

Ford se une a outras empresas para produzir respiradores nos EUA

Em parceria com 3M e GE Healthcare, montadora vai fabricar ventiladores e protetores faciais para ajudar na luta contra o avanço da Covid-19

REDAÇÃO AB

Para colaborar no combate ao novo coronavírus, a Ford anunciou que está se unindo a empresas como GE Healthcare – especializada em equipamentos de auxílio à saúde – e 3M com o intuito de acelerar a capacidade de produção de produtos necessários para profissionais de saúde, paramédicos e socorristas, assim como pacientes infectados pela Codiv-19. A ideia é trabalhar em duas frentes: a primeira vai ajudar a acelerar a fabricação de respiradores auxiliares da 3M com a cessão de instalações e mão de obra, já a segunda vai trabalhar em um modelo de respirador próprio, desenvolvido pelos técnicos da Ford, que utiliza ventiladores dos bancos da picape F-150, peças impressas em 3D e baterias portáteis de ferramentas, por exemplo.


A montadora com sede em Dearborn, Michigan, também trabalha com a GE Healthcare para incrementar a produção de um modelo mais simples de ventilador auxiliar para pacientes com insuficiência respiratória provocada pela Codiv-19. “É encorajador ver a rapidez com que empresas de todos os setores se mobilizaram para enfrentar o crescente desafio que é deter o avanço dessa doença”, disse o presidente da GE Healthcare, Kieran Murphy. Esse esforço, vale observar, está vinculado a um pedido de ajuda feito pelo governo dos Estados Unidos.

Além desses equipamentos, a Ford desenvolveu protetores faciais para serem utilizados por socorristas, enfermeiros, médicos e demais trabalhadores da saúde que atuam na linha de frente no atendimento aos pacientes do novo coronavírus. Esses protetores transparentes bloqueiam totalmente o rosto e os olhos do contato acidental com líquidos ou fluidos, garantindo a integridade dos profissionais durante o atendimento. Os modelos estão sendo testados nesta semana e a expectativa é que a Ford produza 100 mil protetores por semana nas instalações da Troy Design and Manufacturing, empresa subsidiária da montadora.

Nos Estados Unidos, além da Ford, General Motors, FCA e Tesla também se dispuseram a atender ao pedido do governo no esforço de produzir equipamentos médicos e outros que possam ajudar no combate ao avanço da Codiv-19. Na Europa, montadoras e outras empresa também estão colaborando para produzir equipamentos médicos. A expectativa é que mais iniciativas como essas sejam adotadas em todo o mundo.



Tags: Codiv-19, coronavírus, Ford, respiradores, ventiladores, protetores faciais.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência