Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

COVID-19 | 01/04/2020 | 14h30

Metalúrgicos propõem suspensão ou redução de ICMS em São Paulo

Documento enviado pelo sindicato do ABC ao governo do Estado sugere esta e outras medidas de enfrentamento ao coronavírus

MÁRIO CURCIO, AB

Na tentativa de preservar a indústria e os empregos durante a pandemia de Covid-19, doença causada pelo coronavírus, o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC enviou um conjunto de propostas ao governo do Estado de São Paulo. O documento sugere, entre outras medidas, a suspensão ou redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

“Em uma fábrica parada, mas que precisa manter suas obrigações [como a folha de pagamento], o ICMS tem um grande peso. Nossa proposta é que se arrecade menos ou então mais adiante”, afirma o diretor executivo do sindicato, Wellington Damasceno.



“São Paulo responde pela metade da produção nacional e é o que mais arrecada ICMS. Se tiver esse gesto, outros tendem a acompanhar”, estima Damasceno.

A medida incidiria sobre componentes utilizados na produção e também em serviços. O sindicato também sugere ao governo de São Paulo a adoção de um programa emergencial de reconversão industrial, a partir de mecanismos da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e da Desenvolve SP, agência de fomento do Estado.

O programa facilitaria a produção de equipamentos e insumos para atendimento a vítimas da Covid-19, como respiradores, macas, suportes para soro e outros itens. “Essa é uma boa forma de atacar duas frentes ao prover insumos e também garantir a atividade econômica.”

O sindicato sugere ainda a implantação de um programa de crédito empresarial com a previsão de tomada coletiva de recursos por conjuntos de empresas situadas em diferentes polos do Estado. Esses grupos estariam organizados em torno de empresas-ancora, como montadoras ou grandes sistemistas.

“Muitas pequenas e médias empresas do setor metalúrgico não têm acesso a crédito no BNDES por causa de débitos com impostos municipais, estaduais e federais. Por este modelo proposto, as empresas-âncora seriam as fiadoras desse recurso”, defende Damasceno.

O sindicato também encaminhou propostas ao governo estadual para incentivo à produção de fármacos e para criação de um programa assistencial a famílias de baixa renda e moradores de rua.



Tags: Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, ICMS, pandemia, Covid-19, coronavírus, Wellington Damasceno, Fapesp, Desenvolve SP, BNDES.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência