Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
AGCO também paralisa produção de máquinas agrícolas no Brasil
Na foto, produção de trator Valtra em Mogi das Cruzes (SP). Unidade também abriga laboratório de controle de emissões

COVID-19 | 01/04/2020 | 17h30

AGCO também paralisa produção de máquinas agrícolas no Brasil

Medida afeta fábricas do Sul e Sudeste por pelo menos dez dias; centro de peças manteve atividades

MÁRIO CURCIO, AB

A fabricante de máquinas agrícolas AGCO, responsável pelas marcas Fendt, GSI, Massey Ferguson Valtra e Precision Planting, suspendeu por ao menos dez dias parte de sua produção nacional a partir de 1º de abril. A medida decorre da pandemia de Covid-19, causada pelo coronavírus.

A AGCO seguiu o mesmo caminho adotado por outras companhias do segmento. Segundo a empresa, a paralisação tem como motivos a preservação dos trabalhadores e também o desabastecimento de componentes. A fabricante opera em três unidades no Rio Grande do Sul. Produz tratores em Canoas, colheitadeiras em Santa Rosa e plantadeiras em Ibirubá.

Em Mogi das Cruzes (SP), a parada começa no dia 6 de abril. Ali são feitos tratores, pulverizadores, motores, geradores e colhedoras de cana de açúcar. A unidade abriga também o laboratório de controle de emissões. Marau e Passo Fundo (outras no Rio Grande do Sul) são voltadas a equipamentos de estocagem de grãos e proteína animal.

As atividades do centro de distribuição de peças (Jundiaí, SP) estão mantidas e, segundo a AGCO, a rede de concessionárias adotou medidas de precaução para manter o atendimento aos produtores rurais.



Tags: AGCO, Fendt, GSI, Massey Ferguson, Valtra, Precision Planting, tratores, colheitadeiras, plantadeiras, colhedoras de cana, pulverizadores, geradores, controle de emissões.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência