Automotive Business
  
Siga-nos em:

Notícias

Ver todas as notícias

COVID-19 | 28/04/2020 | 19h25

Bosch de Campinas adere à MP 936 com layoff e redução de jornada e salários

Fabricante ainda negocia com sindicatos de outras unidades instaladas no País

MÁRIO CURCIO, AB

Reportagem atualizada em 4 de maio

Os trabalhadores da Bosch de Campinas aprovaram propostas de redução de jornada e salários. A fabricante de autopeças afastou parte dos trabalhadores por dois meses pela suspensão temporária dos contratos de trabalho (layoff). Outros permanecem em atividade, mas tiveram redução de jornada de 25%, com diminuição nos salários. Esta segunda medida é válida por três meses.

Ambas as regras passam a valer a partir de 1º de maio para os trabalhadores da Bosch de Campinas. Em outras unidades a sistemista permanece em negociação: “Devido ao cenário atual decorrente da Covid-19, a Bosch está negociando com os sindicatos de cada localidade a fim de assegurar a manutenção dos empregos e a sustentabilidade dos negócios”, informou a empresa em comunicado.

A Bosch informa também que algumas unidades planejam voltam a operar, ainda que de forma gradativa ou trabalho remoto, a partir de 4 de maio. A empresa opera em 14 localidades no Brasil.

REDUÇÕES SALARIAIS EM CAMPINAS


Em campinas, os trabalhadores afastados cujo salário bruto vai até R$ 3,5 mil receberão ajuda isenta de impostos equivalente a 30% do salário bruto, mais ajuda governamental conforme a Medida Provisória 936, mais complemento da Bosch até que o rendimento atinja 95% do valor líquido mensal.

Nos salários brutos acima de R$ 3,5 mil também haverá ajuda isenta de impostos equivalente a 30% do salário bruto, mais ajuda governamental, mais um complemento fixo pago pela Bosch de R$ 562,42 mensais.

As regras são semelhantes para aqueles que estão trabalhando e que tiveram a jornada reduzida. Funcionários com rendimento bruto até R$ 3,5 mil terão garantidos 98% dos rendimentos líquidos. Para salários acima de R$ 3,5 mil, o funcionário receberá pagamento proporcional a 75% do salário, mais ajuda governamental pela MP 936, mais um complemento fixo pago pela Bosch de R$ 167,24 ao mês.



Tags: Bosch, Medida Provisória, MP 936, layoff, Covid-19, salários, jornada reduzida.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência