Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
GM reduz consumo de energia  em fábricas na América do Sul

Sustentabilidade | 07/07/2020 | 15h00

GM reduz consumo de energia em fábricas na América do Sul

Plantas no Brasil, Argentina e Equador baixaram em 56% o gasto médio de eletricidade por unidade montada

REDAÇÃO AB

A fábrica da General Motors em Rosário, na Argentina, e o setor de estamparia da unidade de São José dos Campos (SP), receberam o prêmio Energy Star, que reconhece a excelência das instalações que conseguem reduzir o gasto de energia por unidade produzida em 10%, no mínimo, no período de cinco anos. A fabricante conseguiu diminuir em 56% o consumo para cada veículo. Assim, as duas plantas se juntam às de Gravataí (RS), São Caetano do Sul (SP), Mogi das Cruzes (SP) e Equador – que já haviam sido premiadas –, tornando a GM a única empresa do setor a possuir esse reconhecimento na região.

O Energy Star Challenge for Industry é um desafio organizado pela agência de proteção ambiental dos Estados Unidos (EPA), que confere o consumo de energia utilizado pelas fábricas e concede um selo de reconhecimento àquelas que conseguem diminuir seus gastos com energia na produção.

Entre as medidas adotadas que proporcionaram a redução destacam-se a otimização dos processos produtivos, a troca da iluminação antiga por LED, o gerenciamento eficiente no uso dos equipamentos e a conscientização dos funcionários para o uso da energia e eliminação de desperdício. “O consumo por unidade produzida está entre os principais indicadores de eficiência energética na indústria automotiva”, explicou Glaucia Roveri, gerente de energia e utilidades da GM América do Sul.



Tags: GM, energia, economia, eficiência, fábrica, produção.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência