Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Caoa Chery mantém 11º lugar em ranking nacional de vendas
Tiggo 5X é o modelo mais vendido da Caoa Chery neste ano até julho

Mercado | 06/08/2020 | 16h02

Caoa Chery mantém 11º lugar em ranking nacional de vendas

Em julho, marca entrega 1,4 mil veículos, volume 40,5% maior que o de junho

REDAÇÃO AB

A Caoa Chery manteve a 11ª posição no ranking das marcas que mais venderam veículos no Brasil em julho, ao encerrar o mês com pouco mais de 1,45 mil emplacamentos. O volume representa crescimento de 40,5% na comparação com junho, quando as vendas ficaram em 1,03 mil unidades. No entanto, o resultado de julho significou queda de 19,2% sobre igual mês do ano passado.


No acumulado do ano, a marca sino-brasileira também registrou vendas menores: com pouco mais de 8,8 mil veículos, os licenciamentos estão 14,3% abaixo do registrado em igual período de 2019.

Para o CEO da Caoa Chery, Marcio Alfonso, os números confirmam uma retomada consistente nas vendas, embora ainda bastante impactadas pela pandemia da Covid-19.

“O mercado está se reajustando à nova realidade. Nesse cenário, o principal destaque foi o Arrizo 6, que chegou às lojas na segunda quinzena de julho. Nesse período, vendemos 111 unidades, o que nos deixa confiante de que esse lançamento será um sucesso”, destaca o executivo.

O Tiggo 2, primeiro modelo lançado com a marca Caoa Chery, foi o mais vendido em julho, com 571 unidades emplacadas, enquanto o Tiggo 5X aparece na sequência com 557 unidades. No acumulado do ano, o papel se inverte: o Tiggo 5X é o mais vendido, com 4.515 unidades e o Tiggo 2 soma 2.467 unidades.



Tags: Caoa Chery, vendas, ranking, Tiggo 2, Tiggo 5X, Marcio Alfonso.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência