Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Metalúrgicos da Toyota aprovam redução da jornada de 25% em Sorocaba

Trabalho | 14/08/2020 | 18h24

Metalúrgicos da Toyota aprovam redução da jornada de 25% em Sorocaba

Medida valerá por 30 dias para a fábrica a partir de 3 de setembro

REDAÇÃO AB

Os metalúrgicos da fábrica da Toyota em Sorocaba (SP) aprovaram um novo acordo de redução da jornada de trabalho por 30 dias com vigência a partir de 3 de setembro. A votação ocorreu de forma online por um período de 24h e foi encerrada no fim da tarde de sexta-feira, 14. A medida foi aceita por 98% dos quase 1,4 mil funcionários que participaram da assembleia virtual.


O acordo prevê uma redução em 25% das jornadas dos trabalhadores da produção. A negociação entre a empresa e o Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal) utilizou como base a Lei 14.020/2020 (antiga MP 936) e o decreto 10.422/2020, que amplia o prazo dos acordos de redução e de suspensão dos contratos.

Pela medida, os trabalhadores vão receber parte do pagamento por meio do benefício emergencial de proteção ao emprego e renda (Beper), além de um complemento da empresa, o que garante 100% do salário líquido ou um valor próximo, de acordo com a faixa salarial do funcionário.

O sindicato informa que pelo acordo a Toyota ficará responsável por pagar o Beper caso o governo não realize o pagamento.

“O governo federal deixou em aberto a possibilidade de não conseguir pagar a sua parte e não podemos aceitar que os trabalhadores sejam lesados caso isso ocorra. As pessoas têm família para sustentar e precisam de segurança financeira. E também precisam ter a garantia de permanência nos postos de trabalho, como conseguimos estabelecer no acordo anterior, junto com o PPR”, afirma o secretário-geral do sindicato, Silvio Ferreira.

Para os funcionários de setores administrativos, a votação aprovou o trabalho remoto (home office), banco de horas para os supervisores e jornada diferenciada para empregados do Try Team (Projetos) e SAC (serviço de atendimento ao consumidor).

“Temos buscado todas as ferramentas para minimizar o impacto da crise causada pela pandemia para categoria. Com o acordo conquistado pelo sindicato, o rendimento dos trabalhadores é garantido para enfrentar esse momento difícil”, declarou o presidente do SMetal, Leandro Soares.

Por causa da pandemia do coronavírus, a Toyota paralisou a produção de suas quatro fábricas no Brasil em 24 de março. As unidades de São Bernardo do Campo (peças), Indaiatuba (Corolla) e Porto Feliz (motores) voltaram a operar em 22 de junho, enquanto a planta de Sorocaba, responsável pela produção da linha Etios e do Yaris, voltou a produzir no dia 26 do mesmo mês (leia aqui).



Tags: Toyota, metalúrgicos, redução de jornada, fábrica, Sorocaba.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência