Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Financiamentos param de crescer em agosto

Crédito | 09/09/2020 | 18h06

Financiamentos param de crescer em agosto

Volume de 97,2 mil veículos financiados é quase igual ao de julho; bancos não acompanharam alta do mercado

REDAÇÃO AB

O total de veículos novos (leves e pesados) financiados parou de crescer em agosto e beirou a estabilidade, considerando que as 97,2 mil unidades vendidas a prazo representaram queda de apenas 0,10% sobre o volume de julho, que teve exatas 100 unidades a mais em diferença absoluta. O movimento mostra que os bancos não acompanharam a alta das vendas, como vinha acontecendo nos últimos meses. Os dados são da B3 (antiga Cetip), que opera o Sistema Nacional de Gravame, e abrange veículos leves e pesados novos (veja tabela abaixo).



- Faça aqui o download dos dados da B3
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência



Já na comparação com agosto do ano passado, o desempenho do mercado é menor, com queda de 25,3%. Neste caso, a diferença é de mais de 32 mil veículos a mais financiados no ano passado.

No acumulado de janeiro a agosto, o setor de crédito registra o financiamento de pouco mais de 660 mil automóveis, comerciais utilitários, caminhões e ônibus, o que representou retração de 31,3% sobre as 960,5 mil unidades financiadas em igual intervalo de 2019.

Até agora, a maior queda vista no ano é do segmento leve, que reúne automóveis e comerciais utilitários. Em oito meses, com 584,2 mil unidades financiadas, a queda é de 33,4% no comparativo anual, enquanto para pesados, que inclui caminhões e ônibus, as vendas a prazo diminuíram 9%, para 75,7 mil.



Tags: Financiamentos, B3, crédito, Cetip, vendas a prazo.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência