Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Volvo vai acelerar produção no Paraná; empregados fecham acordo de dois anos
Linha de montagem de caminhões pesados da Volvo em Curitiba: reajuste salarial e produção aumentada de 50 para 76 unidades/dia

Trabalho | 22/09/2020 | 16h10

Volvo vai acelerar produção no Paraná; empregados fecham acordo de dois anos

Maioria dos empregados em Curitiba aprovou proposta negociada pelo sindicato de reajustes em 2020 e 2021

REDAÇÃO AB

Em votação on-line entre 8h e 18h da segunda-feira, 21, a maioria dos trabalhadores da Volvo no Paraná aprovou o acordo que prevê os reajustes salariais deste ano e em 2021. A aprovação ocorreu sob clima favorável, pouco antes da fábrica acelerar a produção, que a partir de outubro irá aumentar dos atuais 50 para 76 caminhões pesados por dia e de 17 semipesados para 27, enquanto a fabricação de chassis de ônibus será retomada no ritmo de duas unidades/dia, conforme relata o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC).

“Essa proposta só aconteceu graças ao momento favorável em que vive o setor de caminhões no Brasil e também pelo objetivo da representação sindical dos trabalhadores da Volvo em centralizar esforços na recuperação do poder aquisitivo dos salários e da reposição do vale-mercado”, ressaltou Sérgio Butka, presidente do SMC.

Segundo o sindicato, atualmente cerca de 1,4 mil trabalhadores da Volvo, a maioria da produção, cumpre expediente na fábrica, enquanto cerca de 200 empregados estão com contratos de trabalho suspensos (layoff), com retorno previsto para 1° de outubro, na semana que vem. Outros 1,4 mil funcionários de setores administrativos trabalham em regime remoto (home-office) e 60 pessoas pertencentes a grupos de risco para a Covid-19 estão afastadas.

Após duas assembleias realizadas na segunda-feira no início da manhã e da tarde na porta da fábrica da Volvo para explicar o teor da proposta salarial negociada entre empresa e sindicato, foi aberta a votação on-line que teve a participação de 2.286 trabalhadores da Volvo, dos quais 1.702 (74,45%) votaram pela aprovação do acordo.

Pelo acordo aprovado, neste mês de setembro os salários, piso e grade salarial da Volvo no Paraná serão reajustados em 100% da variação da inflação medida pelo INPC (2,94%), o vale-mercado passa a ser de R$ 760 por mês (aumento de quase 10%) e será feito o pagamento de duas parcelas restantes do adiantamento do Programa de Participação nos Resultados (PPR) 2020, totalizando R$ 8 mil. Em setembro de 2021 haverá nova reposição anual do INPC acrescida de 1% de aumento real para salários, piso, grade salarial e vale-mercado.



Tags: Trabalho, Volvo, produção, indústria, acordo salarial, proposta, reajuste, inflação, INPC, aumento real, PPR, resultados, assembleia, Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, SMC.

Comentários

  • LuisAntonio Pessoa de Magalhães

    Uhuuu...Sensacional!!! E meu colega de infância e Presidente da ANFAVEA Luiz Carlos Moraes dizendo que o mercado automotivo só retomará a situação pré-pandemia em 2023... Ha ha ha!!! Galera, escrevam o que estou dizendo e se preparem... Meu "feeling" me diz que vai ser geral e logo logo a coisa vai melhorar, antes mesmo do que estamos esperando... E muito! Força e fé... Saudações!

  • TiagoJANUÁRIO GARCIA

    umaexcelente oportunidade, a inda mais com essa crise . estou em busca de uma oportunidade de emprego.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência