Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Mercedes-Benz usa na Europa cabine do Actros projetada no Brasil
Actros F: versão de entrada do modelo lançado na Europa teve a cabine projetada na Mercedes-Benz do Brasil

Engenharia | 23/09/2020 | 20h20

Mercedes-Benz usa na Europa cabine do Actros projetada no Brasil

Mais baixa e estreita, reduz consumo e é mais confortável ao motorista

PEDRO KUTNEY, AB

Uma das soluções desenvolvidas pela Mercedes-Benz para o novo Actros brasileiro chamaram a atenção da matriz, que vai usar a cabine projetada pela engenharia da empresa em São Bernardo do Campo (SP) no Actros F, nova versão de entrada do cavalo mecânico apresentada na quarta-feira, 23, que começará a ser produzida em Wörth, na Alemanha, e lançada a partir de janeiro de 2021 em 24 países da Europa e de outros continentes. Mais baixa e estreita (2,5 m de largura) do que a cabine usada pelo Actros europeu, diminui o arrasto aerodinâmico e reduz de consumo de até 1%, além de poder trafegar em vias mais estreitas e ser mais confortável para o embarque do motorista (três degraus).

“O caminhão desenvolvido aqui está entrando em um novo estágio global, o que demonstra a competência e experiência da nossa equipe de engenharia no País. Esta é a primeira vez que a empresa exporta um projeto desse porte para a matriz, o que traz muito orgulho e satisfação”, afirmou Karl Deppen, presidente da Mercedes-Benz Brasil e América Latina.



Na configuração de cavalo mecânico 4x2, o Actros F será o mais leve da família de caminhões pesados da Mercedes-Benz na Europa, com peso bruto total de 18 toneladas. Também será um pouco mais despojado, com cockpit clássico e retrovisores externos convencionais – versões mais caras usam câmeras no lugar dos espelhos. Mas o modelo é equipado com sistemas de segurança ativa de última geração, como frenagem automática de emergência (exigido pela legislação europeia) e assistente de manutenção em faixa. Como opcionais, os clientes podem incorporar o assistente de ponto cego, além do novo Multimedia Cockpit de 10 polegadas com volante multifuncional e o Predictive Powertrain Control (PPC – piloto automático preditivo), que realiza as trocas de marcha automaticamente, de acordo com o estilo de condução e a topografia, para reduzir consumo de combustível.

SOLUÇÃO BRASILEIRA



Roberto Leoncini, vice-presidente de vendas e marketing da Mercedes-Benz no Brasil, recordou que quando a empresa começou a desenvolver o Actros para o Brasil descobriu que “a cabine era muito alta e grande para as condições do País”. Após pesquisas com clientes e estudos da engenharia, chegou-se ao desenho da cabine brasileira que aumentou a eficiência do caminhão.

A redução da área com o uso de carretas mais baixas – muito comuns no Brasil para o transporte de grãos – reduziu o arrasto aerodinâmico e resultou em economia de combustível de até 1%. “Isso significa, por exemplo, uma economia de até R$ 500 mil por ano numa frota de 200 caminhões no nosso País”, destaca Leoncini.

Ao mesmo tempo, a cabine mais baixa permite atender clientes que operam com restrição de altura do veículo em suas atividades de transporte, além de assegurar mais conforto e facilidade de embarque e desembarque para o motorista, com menos degraus de acesso (apenas três). Apesar da redução das dimensões externas, foi mantido um amplo espaço interno, com altura de até 1,84 m.

“Ouvimos muito os transportadores e motoristas aqui no Brasil até chegarmos a essa cabine, que é de série no novo Actros brasileiro e agora essa solução desenvolvida aqui vai atender outros clientes e mercados”, observa Leoncini.



Tags: Mercedes-Benz, Actros F, cabine, engenharia, desenvolvimento, caminhão.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência