Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

| 07/11/2008 | 00h00

O avanço do policarbonato no projeto de veículos

Logan, Sandero e o jipe Stark, da TAC, adotaram plásticos de engenharia A MVC produz para a TAC pára-choques dianteiro e traseiro, pára-lama e cobertura do cárter em Noryl ppx da Sabic Innovative Plastics, um termoplástico ideal para produções limitadas e adequado para aplicações em caminhões e ônibus.

Automotive Business

Logan, Sandero e o jipe Stark, da TAC, adotaram plásticos de engenharia A MVC produz para a TAC pára-choques dianteiro e traseiro, pára-lama e cobertura do cárter em Noryl ppx da Sabic Innovative Plastics, um termoplástico ideal para produções limitadas e adequado para aplicações em caminhões e ônibus. A Iveco e a Volare já adotaram o material, que a Renault utilizou para os apliques no Sandero apresentado no Salão do Automóvel, incluindo saias laterais, spoillers e máscara do farol de milhas. Edson Simiele, diretor de marketing na Sabic, destaca também as aplicações do policarbonato, que já conquistaram os faróis dos veículos e permitem grande liberdade no desenho. No conceito The Beast, da Ford, o policarbonato é laranja e traz efeitos visuais com uma espécie de gloss. “Nem tudo é preto ou cinza para os novos designers” – garante. Nos faróis do Ford Ka e na S-10 da General Motors, as peças têm brilho e efeito metalizado. Simieli lembra que os faróis mais modernos já são totalmente recicláveis, já que trocaram o refletor de poliéster insaturado (termofixo) por polieter imida, termoplástico que ganhou o nome de Ultem na Sabic e resiste a temperaturas de até 240 graus. Outra aplicação consolidada do policarbonato está nas janelas traseiras fixas (quarter windows).

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência