Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 02/09/2010 | 00h00

Venda total de veículos em agosto cresceu 4,5%

Acumulado avançou 10%, com destaque para caminhões.

Natalia Gómez, da Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


As vendas totais do setor automotivo, incluindo automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motos, implementos rodoviários e outros veículos como carretinhas de transporte de jet sky e motos, cresceram 10,14% no acumulado de janeiro a agosto de 2010, passando de 3.096.591 unidades para 3.410.604, segundo dados da Fenabrave -- Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores. Foi o melhor acumulado no período da história.

Em agosto, foram vendidas 482.379 unidades, volume 4,5% superior ao registrado em julho. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, o avanço foi de 20,03%.

Nos primeiros oito meses de 2010, todos os segmentos apresentaram alta. O setor de caminhões foi o que mais cresceu no acumulado, 54,44%, seguido pelo segmento de implementos rodoviários, com 48%.

O presidente da Fenabrave, Sérgio Reze, afirmou que o desempenho reflete o bom momento da economia. "As promoções e os financiamentos também estão atrativos, com custos menores e fluxo abundante de recursos", disse.

Os emplacamentos de automóveis e comerciais leves cresceram 8,5%, passando de 1.914.821 unidades para 2.077.521 unidades no acumulado do ano. Entre julho e agosto, as vendas nos segmentos cresceram 3,99%.

Fonte: Natalia Gómez, da Agência Estado.



Tags: Fenabrave, caminhões, carro, ônibus, moto.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência