Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Energia | 14/09/2010 | 08h51

Fusões no setor de petróleo e gás batem recorde

De janeiro a junho houve 21 transações contra 8 em 2009

Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


O número de fusões e aquisições no setor de petróleo e gás no Brasil atingiu recorde histórico no primeiro semestre do ano, de acordo com levantamento da KPMG. De janeiro a junho, foram realizadas 21 transações contra oito em todo o ano de 2009, o que representa um crescimento de 162%. O último registro de movimentação relevante foi em 2002, com 26 transações em todo o ano, segundo a empresa de auditoria e consultoria.

A KPMG atribui o aumento no número de negócios à expectativa de crescimento das reservas brasileiras com o pré-sal. Do total de 21 transações, 13 foram realizadas por companhias brasileiras adquirindo outras brasileiras ou estrangeiras, com destaque para Petrobrás e empresas fornecedoras de máquinas e equipamentos e prestadores de serviços.

Grandes petroleiras internacionais também mostraram apetite e fizeram aquisições nesse período. Entre janeiro e junho, foram anunciadas oito operações de estrangeiros comprando companhias brasileiras.

Segundo o diretor da área de Corporate Finance da KPMG no Brasil e especialista no segmento, Paulo Guilherme Coimbra, o setor passa por um processo consolidação, principalmente entre fornecedores de máquinas e equipamentos e prestadores de serviços da indústria. "A maioria das transações realizadas neste período foi por empresas deste perfil e a tendência é que esse movimento continue", diz Coimbra.

Fonte: Agência Estado.



Tags: KPMG, petróleo, pré-sal.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência