Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Insumos | 23/09/2010 | 08h30

Usiminas inicia operação de coqueria em Ipatinga

Empreendimento recebeu R$ 700 milhões

Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


A siderúrgica Usiminas informou ter iniciado a operação da nova coqueria da usina de Ipatinga, MG, cujo investimento é de cerca de R$ 700 milhões. A coqueria 3 tem capacidade para 750 mil toneladas de coque por ano e faz parte de um plano para a empresa atingir, na usina, a autossuficiência em coque, matéria-prima para a produção de aço.

Em nota, o vice-presidente industrial interino da Usiminas, Marco Paulo Penna Cabral, diz que a companhia está sempre atenta "a oportunidades de redução de custos operacionais e é isso que estamos alcançando com a entrada em operação da nova coqueria". Com a produção própria de coque suprindo toda a demanda de Ipatinga, a companhia espera eliminar a exposição a movimentos bruscos do preço do insumo no mercado externo.

A siderúrgica explica, no comunicado, que quando as coquerias 2 e 3 estiverem em plena operação, a coqueria 1 será desativada, já que está no fim de sua vida útil e opera desde a fundação da usina.

Investimentos

A coqueria 3 faz parte de uma agenda de investimentos que permitirá à companhia "adicionar 2,6 milhões de toneladas de produtos de maior valor agregado ao mercado, ampliando o atendimento aos setores-chave no crescimento do Brasil nos próximos anos, como automotivo, naval e de óleo e gás."

Para a indústria naval e a de petróleo, a produção de chapas grossas em Ipatinga será ampliada em 450 mil toneladas por ano. No caso do pré-sal, a companhia diz que está sendo instalada uma nova tecnologia de resfriamento acelerado para fabricar chapas de alta resistência. Também na usina mineira há uma nova linha de galvanização a quente, para atender os mercados automotivos e de linha branca (fogões, geladeiras, lavadoras e tanquinhos), com ampliação da capacidade em 550 mil toneladas por ano.

Já na usina de Cubatão, SP, a Usiminas investe em uma nova linha de tiras a quente, com capacidade de produção de 2,3 milhões de toneladas por ano, para ampliar a participação no segmento industrial (autopeças e bens de capital).

Fonte: Agência Estado.



Tags: Usiminas, coqueria, aço.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência