Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Elétricos e híbridos | 06/10/2010 | 09h39

Plascar faz elétrico para testar plásticos

Carro com roda em polímero está em exibição no Congresso SAE.

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

Um carro-conceito elétrico produzido pela Plascar é atração do Congresso e Exposição da SAE Brasil promovido no Expo Center Norte, em São Paulo, de 5 a 7 de outubro. Compacto, com dimensões semelhantes às do Smart, o veículo foi construído para demonstrar as possibilidades de uso de polímeros recicláveis.

A estrutura utiliza plástico reforçado com fibras naturais e o carpete é feito com material aproveitado de garrafas plásticas. As rodas, já homologadas nos Estados Unidos para aplicação automotiva, são feitas em polímero e mais leves que similares de alumínio.

O projeto tem objetivo de demonstração e não deve chegar ainda às ruas, embora seja equipado com um motor elétrico importado, alimentado por baterias de chumbo-ácido. Com um desenho atraente externamente, deixa a desejar ainda na concepção de seus interior, especialmente no painel frontal.

Controle de emissões e o desenvolvimento de carros elétricos no País foram temas de palestras e painéis de debates durante o evento. Com o avanço do sistema flex, uma das questões levantadas pelos presentes é a velocidade de introdução desses veículos no Brasil, que já despertam interesse significativo na Europa, Ásia e Estados Unidos. Apesar de algumas iniciativas locais, parece claro que a popularização do carro elétrico ainda vai demorar por aqui.



Tags: carro elétrico, Plascar, SAE Brasil, Smart, plástico.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência