Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Marketing e Lançamentos | 27/10/2010 | 09h52

Audi quer avançar no Brasil com A1

Marca espera que o compacto seja responsável por um terço das vendas.

Marcelo de Paula e Giovanna Riato, AB

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Marcelo de Paula e Giovanna Riato, AB

A Audi está lançando no Brasil quatro veículos que foram recentemente apresentados no Salão de Frankfurt, na Alemanha. O mais barato é o compacto Premium A1, que será vendido a partir de R$ 90 mil e tem a pré-venda marcada para começar no dia 15 de novembro com entrega prevista para o final de fevereiro de 2011. O mais caro é o superesportivo R8 Spyder, conversível que acelera de 0 a 100 km em 4,1 segundos, atinge velocidade máxima de 313 km/h e custa R$ 785 mil.

Outro destaque é o cupê esportivo RS5, com motor V8 4.2 litros, de 450 cv de potência. Apesar de esbanjar potência a montadora promete surpreender também na economia: o veículo percorre 9,2 km com um litro de combustível. O modelo conta ainda diferencial central da tração quattro, aliado ao câmbio S tronic de sete marchas. Ele será comercializado a partir de R$ 420 mil. O Audi A8 chega ao Brasil com novo design, muito alumínio na estrutura para reduzir o peso e valor a partir de R$ 520 mil.

Estratégia

Depois de não participar do Salão do Automóvel de 2008 e ter a força da imagem abalada, a Audi trabalha para se recolocar e brigar no segmento de carros premium, que este ano deve comercializar cerca de 18 mil unidades. O presidente da montadora, Paulo Sergio Kakinoff, que assumiu a marca em 2009 com o desafio de recuperar o prestígio no mercado, deve comemorar um resultado positivo já neste ano, com 3,1 mil a 3,2 mil unidades emplacadas. Com os novos produtos, a expectativa é dobrar este volume em 2011 e manter um crescimento de 20% ao ano a partir de 2012.

Entre janeiro e setembro, a marca observou crescimento de 62% em relação ao mesmo período de 2009, a maior alta no mundo. À frente da anotada na China, de 60,7%, e nos Estados Unidos, de 23,6%. Já a média mundial está em expansão de 17,6%. O resultado fez a marca avançar de 14% para 17% em participação no segmento.

O executivo aponta que os lançamentos, que chegam ao País pouco tempo após terem sido apresentados na Europa, o aumento da tecnologia embarcada nos modelos e a expansão da rede de concessionárias são alguns dos responsáveis pelo fôlego que a montadora tomou na região. Entre 2008 e 2009, a marca saltou de 18 para 22 revendas. Já este ano o número de lojas chegou a 29, um avanço de 32%.

Grande parte das apostas de desempenho da Audi estão no A1, que tem projeção de vender 2 mil unidades por ano. “O modelo deve agregar de 30% a 40% em nossas vendas no Brasil, pois é um carro cujo estilo é consagrado no País, porém, com uma tecnologia sem igual”, aposta.



Tags: Audi, Premium A1, R8 Spyder, RS 5, cupê, Audi A8, Salão do Automóvel.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência