Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Motociclos | 01/11/2010 | 11h49

Zongshen terá fábrica de moto elétrica no RJ

Governador cobrou nacionalização dos componentes.

Glauber Gonçalves, Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Glauber Gonçalves, Agência Estado

A Zongshen do Brasil anunciou que sua primeira fábrica de bicicletas e motos elétricas no País será instalada em Sapucaia, interior do Estado do Rio de Janeiro. Atraída por incentivos tributários do governo estadual, a empresa investirá R$ 20 milhões numa primeira fase para produzir 10 mil unidades por mês, informou o presidente da empresa, Claudio Rosa Junior, ao lado do governador Sérgio Cabral, no Palácio Laranjeiras, no Rio.

"A questão dos veículos elétricos está alinhada ao conceito de sustentabilidade. Essa filosofia vai desde a construção à distribuição. A fábrica será erguida através do selo verde", disse o executivo antes de sair do palácio com o governador, que testou uma scooter que começará a ser produzida em meados de 2011 pela Zongshen do Brasil. A empresa resultou da compra da brasileira Kasinski pelo grupo chinês Zongshen em junho de 2009.

Cabral pareceu surpreso quando soube que os componentes dos veículos seriam importados e cobrou que a empresa busque parceiros que possam produzir as autopeças no País. "Precisamos trazer tecnologia", disse. Rosa Júnior declarou que a intenção é, no futuro, substituir as peças importadas por nacionais, justificando que, por enquanto, não são encontradas no País. Segundo ele, a empresa está em conversas com a Bosch para estudar essa possibilidade.

Com potencial de mercado ainda desconhecido, o setor de veículos elétricos poderá ser estimulado por compras do governo fluminense, disse Cabral. "O governo vai se preparar para financiar os veículos para policiais, professores e agentes de saúde. Em âmbito federal, podem também ser vendido para os Correios", disse após consultar integrantes do governo sobre a possibilidade durante a cerimônia.

Na unidade de Sapucaia, serão produzidos sete modelos. As bicicletas, com autonomia de 40 quilômetros, devem chegar ao mercado por cerca de R$ 1.700. Já a linha de scooters terá três modelos, entre os quais um de alto desempenho, que pode alcançar velocidade de 110 quilômetros por hora.

Uma das scooters já é produzida pela empresa em sua unidade de Manaus, dedicada à produção de veículos a combustão. O modelo está disponível do mercado por R$ 5.290. O plano da empresa é transferir a fabricação para a unidade de Sapucaia. Inicialmente, a empresa começará a produzir em um prédio cedido pela prefeitura, até que a planta seja finalizada.

Os veículos elétricos não são poluentes, pois não queimam combustível para funcionar. A bateria pode ser carregada em uma tomada de 110 ou 220 volts e a autonomia média das motos é de 60 quilômetros. Segundo Rosa Junior, a empresa mantém conversas com a distribuidora de energia Light para estudar a viabilidade da instalação de postos de abastecimento.

Foto: Sérgio Cabral, Governador do Estado do Rio de Janeiro.



Tags: Zongshen, Kasinski, moto elétrica, scooter.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV