Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Mobilidade | 28/11/2010 | 21h28

Leilão adiado do trem-bala decepciona coreanos

Nova data será 29 de abril.

Karla Mendes, Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Karla Mendes, Agência Estado

O representante do consórcio coreano, o único confirmado oficialmente para participar da licitação do trem de alta velocidade (TAV), Paulo Benito, informou nesta sexta-feira, 26, que o grupo ficou "decepcionado" com o adiamento do leilão para 29 de abril do ano que vem. Segundo o executivo, o consórcio tinha uma proposta "fechada e viável" para o projeto.

"Trabalhamos conforme o cronograma que previsto", afirmou, após participar de reunião com representantes do governo e empresários interessados no projeto. De acordo com Benito, o argumento apresentado pelo governo para a decisão seria aumentar o número de competidores no leilão.

Questionado se com o alongamento do prazo o consórcio coreano tentaria trazer de volta o Grupo Bertin para o grupo que disputará a licitação, o executivo admitiu essa possibilidade, bem como a entrada de outras empresas. Interesse

A Alstom reafirmou o interesse no projeto do trem de alta velocidade após a decisão do governo de adiar a licitação para abril do ano que vem. "Um projeto importante e complexo como este merece que todas as partes interessadas tenham mais tempo para realizar estudos mais aprofundados sobre os aspectos técnicos e financeiros a fim de preparar e apresentar propostas apropriadas", informou a companhia, em nota.



Tags: TAV, trem de alta velocidade, Alstom, indústria ferroviária.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência