Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 13/12/2010 | 20h35

MMX, de Eike Batista, vai investir R$ 5 bi

R$ 3,5 bi serão destinados a Serra Azul e R$ 1,5 bi a Bom Sucesso.

Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Agência Estado

A MMX Mineração e Metálicos, do empresário Eike Batista, anunciou nesta segunda-feira, 13, um plano de investimentos de R$ 5 bilhões, líquidos de impostos, em seus projetos de Serra Azul e Bom Sucesso. Do total, R$ 3,5 bilhões serão destinados à expansão de Serra Azul e os demais R$ 1,5 bilhão ao projeto de Bom Sucesso.

"A MMX está acelerando, a partir desse momento, a sua fase de expansão, possibilitada pelos sucessos alcançados no turnaround da companhia em 2010, que incluiu a capitalização da empresa, a conclusão de contratos de venda de minério de ferro de longo prazo e a aquisição do Superporto Sudeste", afirmou em fato relevante o presidente da MMX, Roger Downey. Segundo ele, a consolidação de Serra Azul proporciona uma oportunidade para reduzir a intensidade (reais por tonelada de capacidade) dos investimentos da empresa em expansão, extraindo sinergias com as atuais operações.

A mineradora explicou que o investimento para a expansão de Serra Azul inclui uma unidade de beneficiamento com capacidade para 24 milhões de toneladas de minério de ferro por ano, um terminal ferroviário e 10 quilômetros de correia para transporte da mina ao terminal ferroviário. O valor total estimado representa um investimento de US$ 79 por tonelada. Já o projeto em Bom Sucesso, que inclui mina e unidade de 10 milhões de toneladas por ano, representa um investimento de US$ 81 por tonelada.

A MMX destacou que por ser elegível à condição de empresa preponderantemente exportadora as aquisições de ativo fixo serão isentas de PIS e Cofins. Para obter os recursos necessários ao projeto, a mineradora contratou um sindicato de bancos como assessor dos financiamentos para Serra Azul. O nome dos bancos não foi divulgado, mas segundo a MMX, eles apoiarão a empresa na obtenção dos recursos de terceiros necessários à realização do projeto, cuja estrutura de capital alvo deverá ter uma relação dívida/capital próprio de 75%/25%.

"Os assessores financeiros proverão diretamente parte substancial dos recursos, aproximadamente US$ 800 milhões dos US$ 1,4 bilhão (R$ 2,6 bilhões), que a companhia buscará no BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), em outros agentes de fomento, bancos nacionais e internacionais, agências de crédito para exportação e instituições multilaterais, sujeitos às condições usuais de mercado", informou.

Chile

A mineradora informou ainda que intensificará o programa de sondagem no Chile em 2011 e que pretende divulgar o primeiro relatório de recursos no fim do ano que vem. O projeto no Chile ainda está em estágio conceitual e de pesquisa geológica, mas o objetivo da empresa é alcançar 10 milhões de toneladas de minério de ferro ao ano.



Tags: MMX Mineração e Metálicos, Serra Azul, Bom Sucesso, BNDES, mineração.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência