Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 04/01/2011 | 11h24

GM cresce 29% na China

Companhia espera avanço mais moderado em 2011.

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

Os estímulos governamentais concedidos para a indústria automobilística e o aumento da renda da população chinesa deram bons resultados para a General Motors no país. A montadora registrou avanço de 29% nas vendas em 2010, com 2,35 milhões de unidades comercializadas.

A alta foi menor do que a registrada em 2009, quando os volumes subiram 67% sobre 2008, para 1,83 milhões de veículos. A partir de agora, a expectativa é de avançar a um ritmo mais lento com a retirada de desonerações fiscais.

Fim dos incentivos

As montadoras instaladas na China já esperam uma desaceleração no ritmo de vendas em 2011. Este ano o governo chinês já aumentou de 7,5% para 10% o imposto para veículos pequenos. Alguns subsídios rurais, que começaram em março de 2009, logo após o início da crise financeira, também foram cancelados.

Outra medida que deve reduzir o avanço da indústria automobilística no país asiático é o estabelecimento de um limite mensal de emplacamentos para Pequim, de 20 mil veículos. O objetivo da legislação é viabilizar o tráfego da cidade e reduzir a emissão de poluentes.

Com informações do Detroit News.



Tags: China, venda, carro, veículo, Pequim, desoneração fiscal, estímulo governamental, indústria automobilística, GM, Generam Motors.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV