Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Insumos | 28/01/2011 | 07h48

Alta do minério pode durar até 20 anos

Chuvas atrapalham embarques no Brasil e Austrália.

Mônica Ciarelli, Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Mônica Ciarelli, Agência Estado

O diretor de Relações com Investidores da Vale, Roberto Castello Branco, previu nesta quinta-feira, 27, que o ciclo de alta dos preços do minério de ferro dure de 15 a 20 anos. Segundo ele, as fortes chuvas no Brasil e na Austrália estão contribuindo para impulsionar o preço das matérias-primas no curto prazo. Ele informou que a Vale deixou de embarcar em janeiro 500 mil toneladas de carvão na Austrália e 600 mil toneladas de minério de ferro no Brasil.

De acordo com o diretor, o impacto das perdas no mercado de carvão é maior porque representa 10% da produção prevista para a Austrália. Esta queda na produção fez o preço do insumo subir de um patamar em torno de US$ 200 para US$ 350 a tonelada. Já no caso do Brasil, Castello Branco disse que os atrasos nos embarques motivados pela chuva não terão impacto tão relevante sobre o mercado de minério de ferro, visto que representa uma parcela muito pequena da produção prevista para a companhia em 2011, que é de 311 milhões de toneladas.

O executivo lembrou que a disparada no preço do carvão motiva as empresas a buscarem alternativas para diminuir o custo de produção. Uma das alternativas, pondera, é o maior uso de minério de ferro de alta qualidade, como o da Vale. "Uma possível consequência é um aumento no preço do minério de ferro de alta qualidade", afirmou.



Tags: Vale, minério de ferro, mineração.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência