Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 02/02/2011 | 06h55

GM lidera vendas de veículos nos EUA em janeiro

Mercado abriu o ano em ritmo fraco.

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Gustavo Nicoletta, da Agência Estado

As vendas de veículos cresceram nos Estados Unidos em janeiro em comparação a um ano antes, de acordo com dados divulgados pelas montadoras. Apesar disso, excluindo os resultados de janeiro de 2009, o número de veículos novos vendidos nos EUA no mês passado foi o menor para o período desde 1993.

"De forma geral, foi um mês muito difícil. Houve uma melhora na comparação anual, mas a base de comparação foi um mês terrível do ano passado. Na comparação com dezembro, tivemos queda", disse Mickey Anderson, que dirige o Performance Automotive Group, uma revendedora de veículos das marcas Toyota, Honda, Ford, VW, Mercedes-Benz e Chrysler.

A General Motors foi líder de vendas em janeiro, com um aumento de 22,3% nas vendas em relação a igual período de 2010, para 178.896 veículos. A Ford ficou em segundo lugar, com um total de 126.981 veículos vendidos, volume 13,2% maior que o de janeiro do ano passado, seguida pela Toyota, cujas vendas cresceram 17,3%, para 115.856 unidades.

A Nissan e a Chrysler venderam aproximadamente 70 mil veículos cada em janeiro, enquanto a Honda comercializou 76.269 carros. Entre as três montadoras, o aumento mais significativo no volume de vendas foi o da Chrysler, de 22,7%. Nissan e Honda tiveram ganho de 14,8% e de 13%, respectivamente. As informações são da Dow Jones.



Tags: General Motors, Chrysler, Ford, Toyota, Nissan, Performance Automotive Group.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência