Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Powertrain | 07/02/2011 | 00h35

Vem aí a divisão dos motores da Fiat

Grupo separa Diesel e Otto em duas unidades.

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

Texto atualizado na quinta-feira, 10, às 15h36

Quando o Grupo Fiat criou a FPT – Powertrain Technologies, em 2005, tomou a decisão estratégica de reunir em uma mesma empresa todo seu conhecimento sobre motores e transmissões, colocando sob a marca o acervo global de centros de pesquisa e desenvolvimento, fábricas e pistas de testes. O novo empreendimento, com o controle acionário nas mãos da Fiat, tinha a missão de abastecer a produção de automóveis, comerciais leves, veículos comerciais e o mercado industrial.

Um dos desafios da FPT era desatrelar o cordão umbilical da empresa com o Grupo Fiat, permitindo a expansão de negócios para novos horizontes e atender outros fabricantes de veículos. O esforço de diversificação trouxe alguns frutos e ainda estava em andamento quando houve a decisão em Turim de separar os negócios de automóveis daqueles que envolvem veículos comerciais e industriais – no caso, a Iveco, CNH e FPT Powertrain Technologies, reunidas agora na Fiat Industrial.

A nova estratégia já produziu efeitos na área de motores e transmissões. Desde 1º de janeiro ocorreu a divisão formal entre motores para automóveis (tanto Otto, como Diesel) e motores médio e pesados (só Diesel). Nos próximos dias devem ser divulgados detalhes desse split. A área de motores para automóveis voltará a ter o nome Fiat. Já a designação FPT deve ser reservada para a unidade de motores Diesel, que abastecerá caminhões, ônibus e veículos fora-de-estrada, além de algumas famílias de comerciais leves.

A separação deve levar algum tempo para ser efetivada, já que envolve mudanças estruturais nas áreas de vendas, marketing, produção, engenharia, tecnologia da informação e recursos humanos – entre outras.



Tags: FPT – Powertrain Technologies, Grupo Fiat, motores diesel, motores Otto.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência