Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 28/02/2011 | 11h50

TAM revisa plano e encomenda 34 aeronaves

Investimento chega a US$ 3,2 bilhões.

Beth Moreira, Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Beth Moreira, Agência Estado

A companhia aérea TAM divulgou hoje uma revisão seu plano de frota para atender o crescimento do mercado esperado para os próximos 20 anos. A empresa informou que prevê chegar no fim de 2015 com 182 aviões em operação, mas não detalhou qual será o volume para os anos seguintes. No fim de 2010, a empresa tinha uma frota de 151 aeronaves. Em 2011, este número subirá para 156 aviões.

A empresa informou ainda que, confiante no mercado de aviação, encomendou 34 novas aeronaves (32 Airbus da família A320) e dois Boeings 777-300ER, um investimento com valor de lista de US$ 3,2 bilhões.

Despesas

No balanço divulgado na manhã de hoje, a TAM informou que as despesas operacionais cresceram 25,1% no quarto trimestre de 2010, para R$ 3,006 bilhões, ante igual período do ano passado. A empresa explicou que o aumento se deve principalmente ao aumento nas despesas com combustíveis, pessoal e manutenção e reparos. Na mesma base de comparação, o CASK (custo por assento-quilômetro) aumentou 9,9%, atingindo R$ 0,158. Já o CASK excluindo as despesas com combustível aumentou 8,5%, somando R$ 0,109.

As despesas com combustíveis, especificamente, aumentaram 28,9%, para R$ 934,3 milhões no quarto trimestre de 2010, principalmente pelo aumento de 12,7% no preço médio por litro, que reflete a alta de 12% no preço do petróleo WTI médio do trimestre ante o mesmo período do ano anterior. Também houve aumento de 14,3% no volume consumido, devido ao aumento de 13,2% na quantidade de horas voadas e de 1,9 ponto porcentual das taxas de ocupação das aeronaves, o que aumenta o peso transportado.

A empresa destaca, no entanto, que o aumento foi parcialmente compensado pelo crescimento da etapa média (período de voo) em 4,4% e pela apreciação do real em relação ao dólar em 2,4% na média do mesmo período. A TAM ressalta que criou em novembro de 2010 um comitê de "Fuel Conservation". Trata-se de um comitê multidisciplinar que tem a função de identificar, propor, implantar, mensurar e manter ações que tragam benefícios em relação ao consumo de combustível, reduzindo os custos e as emissões de gases do efeito estufa.



Tags: TAM, aviação, aeronave, frota, crescimento, Airbus, Boeing, CASK.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência