Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Financeiras | 06/03/2011 | 23h09

Brasilveículos lucra R$ 87,7 mi em 2010

Seguradora do BB opera com a Mapfre.

Agência Estado

Agência Estado

A Brasilveículos, seguradora do Banco do Brasil para o mercado de automóveis, registrou lucro líquido de R$ 87,7 milhões em 2010, crescimento de 64% ante o ano anterior. O retorno anualizado sobre o patrimônio foi de 27,4%. As vendas da seguradora apresentaram um montante em prêmio de R$ 1,574 bilhão, crescimento de 18,6%.

Em nota, a seguradora destaca que conseguiu expandir sua atuação no Estado de São Paulo, uma de suas principais metas para 2010. Enquanto o mercado segurador cresceu 15,7% em prêmios no Estado, a Brasilveículos cresceu 21%. Por região, no Sudeste e Sul, a Brasilveículos cresceu em prêmios 17,6% e 28,9%, um resultado, respectivamente, 3,4 e 12,5 pontos porcentuais acima do mercado.

As reservas técnicas tiveram alta de 17,2% em relação a 2009, passando de R$ 961 milhões para R$ 1,126 bilhão. O índice combinado, que mede a eficiência operacional, foi de 90,69%.

Em 2010, a Brasilveículos passou por uma mudança societária, com a saída da SulAmérica do capital da empresa. No lugar, o Banco do Brasil fechou acordo com a Mapfre. A operação ainda aguarda autorização da Superintendência de Seguros Privados (Susep). As duas empresas criaram o grupo BB & Mapfre de seguros, que deve começar a operar em maio.

De acordo com o relatório mais recente da Susep, a Brasilveículos fechou o ano de 2010 como a sexta seguradora no ranking do mercado de automóveis, liderado pela Porto Seguro.



Tags: Banco do Brasil, Mapfre, Susep, seguros automotivos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência