Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Automóveis e Comerciais Leves | 17/03/2011 | 21h47

GM para fábrica nos EUA sem peças do Japão

No Japão diversas plantas interromperam produção.

Agência Estado

Regina Cardeal, Agência Estado

A General Motors tornou-se a primeira montadora dos EUA a paralisar uma fábrica no país por causa dos problemas no Japão. Na próxima semana, a GM deverá fechar a unidade em Shreveport, Louisiana, onde fabrica picapes, por causa da falta de peças provocada pelo terremoto no Japão, informou a companhia.

Montadoras japonesas, entre as quais Toyota Motor, Honda Motor e Nissan Motor, já paralisaram a produção no Japão. Mas, nos EUA, as montadoras vinham buscando minimizar os efeitos que a crise no Japão teria sobre a indústria nos EUA e no mundo.

As fábricas no Japão abastecem sobretudo o mercado japonês. No entanto, elas são fontes de motores e autopeças para montadoras no exterior. A GM, por exemplo, recebe transmissões para seu Chevrolet Volt de um fornecedor no Japão. O país é ainda um importante produtor de componentes elétricos usados em praticamente todos os veículos.

"A corrida para encontrar capacidade ampla para a produção destes componentes altamente especializados (semicondutores, sensores etc) antes que os estoques se acabem é desafiadora", afirmou, em comunicado, o IHS Global Insight Automotive Group. "Os efeitos surgirão nas próximas semanas", alertou. Segundo a nota, a escassez de autopeças começará a afetar a produção fora do Japão em três a seis semanas.

O presidente da Ford Motor, Mark Fields, disse que nenhuma das fábricas da companhia foi afetada, mas que está monitorando a situação de perto. "Estamos em contatos diários com nossos fornecedores e fábricas".

A GM não quis informar qual autopeça falta em Shreveport. Mas, em relatório, o analista Christopher Ceraso, do Credit Suisse, disse que a paralisação da unidade deve estar relacionada ao fornecimento de semicondutores ou microcontroladores. Ceraso disse que é provável que a GM tenha de parar outras unidades, mas que a empresa deverá conseguir recuperar a produção perdida. As informações são da Dow Jones.



Tags: General Motors, Toyota, Honda, Nissan, suprimentos automotivos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência