Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Automóveis e Comerciais Leves | 24/03/2011 | 20h16

Novo Jetta cresce e chega mais competitivo

Comfortline 2.0 flex vai custar R$ 65.755.

Paulo Ricardo Braga, Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Paulo Ricardo Braga, AB

Automotive Business foi conhecer o novo Jetta nesta quinta-feira, 24, na Fábrica Anchieta da Volkswagen, em São Bernardo do Campo. O presidente Thomas Schmall apresentou a nova geração do veículo, que será comercializado no Brasil em três versões, a um grupo de jornalistas.

Produzidos no México, os sedãs são beneficiados pelo acordo comercial com o Brasil e chegam com preço atrativo. A versão Confortline (motor flex) com transmissão mecânica custará R$ 65.755 e com transmissão automática R$ 69.990. A Highline (motor a gasolina), disponível com câmbio automático, terá preço de R$ 89.520. Os veículos estarão nas concessionárias a partir de abril.

Schmall destacou que as duas versões oferecidas no Brasil têm características próprias, voltadas para o mercado local, onde o segmento dos sedãs médios atende consumidores sofisticados e exigentes. Vários detalhes diferem dos modelos oferecidos nos Estados Unidos como, por exemplo, as motorizações.

O Jetta, um dos veículos de maior sucesso da marca na categoria, foi reformulado na Alemanha e cresceu consideravelmente em relação ao anterior: a distância entre-eixos avançou para 2.651 mm e a largura para 1.778 mm. O porta-malas convence: oferece 510 litros, mas os bancos traseiros podem ser rebatidos, aumentando o volume disponível.

“O design do carro teve a contribuição de designers brasileiros, que trabalham no centro tecnológico em Wolfsburg, na matriz da Volkswagen”, explicou o executivo. Não espere um desenho mais radical da nova geração, coisa que você vai encontrar em algumas versões do Passat, mas as linhas são bastante agradáveis.

Com o novo modelo, a Volkswagen espera ampliar e consolidar sua participação no Brasil no disputado segmento dos sedãs de porte médio, no qual tem pequena participação e vai encontrar diversos concorrentes renovados, como o Novo Corolla e uma nova geração do Civic que está chegando. Entre os trunfos para o Novo Jetta atingir os objetivos estão o powertrain moderno e o expressivo conteúdo das versões Highline, equipada com um motor 2.0 TSI de 200 cv e transmissão DSG com dupla embreagem e seis marchas, e Comfortline, que conta com motor 2.0 Total Flex e transmissão automática de seis marchas ou manual de cinco.



Highline

O motor 2.0 TSI utiliza um turbocompressor, sistema de injeção direta de combustível, quatro válvulas por cilindro, comando de válvulas variável, gerando uma curva de torque plana a partir de baixas rotações. Ele é considerado pelo fabricante uma referência do conceito de downsizing (alta performance com baixa cilindrada e baixo consumo de combustível) e tem sido um dos motores mais premiados internacionalmente nos últimos anos por sua avançada tecnologia, desempenho, eficiência no consumo e baixo nível de emissões de CO2.

A transmissão é a DSG, de dupla embreagem Tiptronic e seis marchas. A configuração permite trocar de marchas de forma automática ou manual. A transmissão pode ser acionada manualmente através da alavanca posicionada no console ou pelas borboletas (shift paddles) posicionadas junto ao volante. Dados do fabricante indicam que o Jetta Highline acelera de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos e alcança a velocidade máxima de 238 km/h. O consumo médio é de 14,8 km/l na estrada (referência NBR 7024).

A versão topo de linha vem equipado de série com rádio MP3 touchscreen com Bluetooth, freios ABS, ASR, EDL e controle eletrônico de estabilidade ESP, rodas de liga com 17 polegadas, ar-condicionado Climatronic com duas zonas, controle automático de velocidade (piloto automático), sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, sensor crepuscular e sensor de chuva, função Coming & Leaving Home de acionamento dos faróis e bancos revestidos em couro.

O Highline conta também com seis airbags – dois dianteiros, dois laterais para os ocupantes da frente e dois do tipo cortina, que protegem a área das janelas laterais de todo o veículo. Para assegurar que os airbags serão acionados o mais rapidamente possível, o Novo Jetta tem um sistema especial de sensores para detectar a intensidade das colisões e ativar o equipamento. O dispositivo eletrônico, colocado no centro do compartimento de passageiros, avalia sinais de desaceleração de baixa frequência. Ao mesmo tempo, acelerômetros especialmente ajustados avaliam frequências médias ou na faixa audível. Esses sinais são gerados como ondas ao longo do carro quando as longarinas da frente sofrem uma rápida deformação, que se propagam em alta velocidade, tornando possível avaliar a severidade da colisão com muita rapidez.

Confortline

O motor 2.0 Total Flex, de 120 cv, foi ajustado para as condições brasileiras e a versão Comfortline pode ser equipado com a transmissão manual MQ250, de cinco marchas, ou com a transmissão automática AQ250 Tiptronic (segunda geração) de seis marchas.

O Novo Jetta Comfortline vem equipado com rodas de liga leve com 16 polegadas e pneus 205/55 R16, limpadores de para-brisas com variação intermitente, além de para-choques, retrovisores e maçanetas na cor da carroceria. O carro também possui protetor de cárter, espelhos retrovisores com acionamento elétrico aquecidos e saída de escapamento dupla.

Entre os dispositivos de segurança há três apoios de cabeça traseiros, freios ABS, ASR, EDL, airbags para o motorista e passageiro da frente com desativação para o lado do passageiro e airbags laterais nos bancos dianteiros. Há, ainda, alarme antifurto, aviso sonoro de faróis ligados, sistema Isofix para fixação de cadeira de segurança para crianças, aviso sonoro da não utilização dos cintos de segurança, cintos de segurança frontais com pré-tensionador e cinto de segurança de três pontos para o passageiro sentado ao centro do banco traseiro. O carro conta ainda com faróis com dupla parábola, faróis de neblina e os convenientes sensores de estacionamento dianteiro e traseiro.



Foto: Thomas Schmall, presidente da Volkswagen do Brasil, revela o novo Jetta Highline lançado no País



Tags: Jetta, Volkswagen, Highline, Confortline, motor flex, turbocompressor.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência