Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Powertrain | 27/03/2011 | 17h08

Euro 5 e Arla 32: alerta de tsunami

Haverá diesel limpo? Quem vai distribuir ureia?

Automotive Business

Paulo Ricardo Braga, redação AB

Euro 54, diesel S50, Arla 32, transportadores Os fabricantes de motores e veículos comerciais anunciam que estão completando o desenvolvimento do powertrain para atender as normas Euro 5, previstar para entrar em vigor no próximo mês de janeiro. O mercado, no entanto, ainda está apreensivo com as soluções que serão adotadas para a distribuição de ureia, produto de fácil obtenção e indispensável no tratamento de gases resultantes da combustão do diesel.

As regras para tornar a ureia (conhecida como Arla 32 para a aplicação) disponível em todo território nacional ainda não estão consolidadas. As alternativas incluem a entrega nos postos de abastecimento pelos mesmos canais dos combustíveis; pelos fabricantes do produto ou até mesmo pelos produtores dos caminhões ou motores. As grandes transportadoras podem estruturar tanques de armazenamento em pontos-chave e introduzir contêineres a bordo dos caminhões para garantir a disponibilidade do insumo.

Tendo em vista que o Arla 32 é indispensável para o tratamento de emissões, cabe aos gerenciadores do Proconve ditar o melhor caminho e assegurar que também os pequenos frotistas tenham acesso ao produto.

As inquietações do setor de transporte estendem-se também à oferta de diesel de boa qualidade, embora a Petrobras tenha garantido que vai cumprir seu papel de comercializar o combustível dentro dos padrões exigidos pelas novas tecnologias, com conteúdo máximo de 50 ppm de enxofre (S50). Na verdade, o padrão Euro 5 requer o diesel S10 que, já se sabe, não chegará antes de 2012.

Já a indústria de veículos comerciais está apreensiva quanto à disponibilidade da uréia e do diesel de boa qualidade. Afinal, cabe a ela estabelecer a garantia de seus produtos, incluindo motores, dentro de limites convencionados pelo mercado. Apesar das tolerâncias adotadas pela engenharia de motores e pós-tratamento de gases no ‘afinamento’ dos motores, os técnicos temem que a qualidade de seu trabalho seja comprometido por combustível de qualidade discutível. Afinal, motores Euro 5 são exigentes e não digerem qualquer diesel.

A Cummins anunciou que já tem o pacote Euro 5. A fornecedora de motores promete, também, entregar Arla 32 por meio de seus distribuidores. A iniciativa é boa e pode representar um paliativo, mas faltará capilaridade para atender a toda malha de transporte.

Vale lembrar que a passagem de Euro 3 para Euro 4 gorou a partir da falta de diesel limpo. E desta vez, o que será? Vale novo alerta de tsunami?



Tags: Euro 54, diesel S50, Arla 32, transportadores.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência