NOTÍCIAS
11/10/2017 | 19h29

Lançamentos

JAC Motors volta ao segmento dos VUCs

V260 tem PBT de 3.200 quilos e traz ar-condicionado de série por R$ 69.990


MÁRIO CURCIO, AB

A JAC Motors volta ao segmento dos Veículos Urbanos de Carga (VUCs) e começa a vender o pequeno caminhão V260. O novo modelo é na verdade um comercial leve, com Peso Bruto Total (PBT) de 3.200 quilos. O preço sugerido é de R$ 69.990. Seus principais concorrentes são o Hyundai HR (R$ 73.720, PBT de 3.400 kg) e o Kia Bongo (R$ 73.990, PBT de 3.392 kg). Em 2012 a JAC lançou um modelo semelhante, o T140, mas acabou trazendo apenas 500 unidades por causa da sobretaxação aos importados.

Além do preço mais baixo que os concorrentes Hyundai e Kia, o JAC V260 é o único que traz ar-condicionado e uma câmera que mostra tudo o que ocorre à frente do veículo. As imagens podem ser gravadas e também acessadas em tempo real por um aplicativo. Há ainda um microfone que capta o som dentro da cabine. Se o dono do caminhão não estiver ele mesmo dirigindo, com esse dispositivo “dedo-duro” poderá ver onde o veículo está e até apontar responsáveis em caso de acidente.

A JAC voltou a abrir concessionárias (veja aqui) e neste primeiro momento o V260 já pode ser encontrado em 22 unidades. É vendido na versão chassi-cabine, mas a JAC fez uma parceria com a Carrocerias Buoro e é possível comprar o baú de alumínio por R$ 7 mil. “Acreditamos que 70% deles usarão esse tipo de carroceria”, afirma Habib. A implementadora desenvolveu também caçamba de aço, plataforma e baú refrigerado.

O novo modelo tem três anos ou 100 mil quilômetros de garantia. “Queremos vender cerca de 600 caminhões por ano”, afirma o presidente da JAC Motors, Sérgio Habib. O modelo vem montado da China e não deverá ter produção local: “Somente se atingir 2 mil ou 3 mil unidades por ano”, afirma Habib.

Vale dizer que o Hyundai HR é produzido pela Caoa Montadora em Anápolis (GO) e o Kia Bongo é fabricado no Uruguai pela Nordex, a mesma companhia responsável pela produção dos novos utilitários Citroën Jumpy e Peugeot Expert (veja aqui).


Modelo vem da China como chassi-cabine, mas a Buoro desenvolveu o baú, esta caçamba e outros implementos. O V260 traz de série câmera frontal, ar-condicionado, rádio MP3 com entrada USB, vidros e travas com acionamento elétrico, entre outros itens.

O segmento de VUCs também foi bastante afetado pela crise. De 2011 para cá a retração chega a quase 50%. Naquele ano foram emplacadas 16,2 mil unidades e em 2017 são esperadas apenas 8,2 mil. Até setembro foram licenciados 2,8 mil Hyundai HR e 1,2 mil Kia Bongo.

CARACTERÍSTICAS

O V260 tem torque um pouco mais alto que o de seus concorrentes. São 260 newtons-metro (daí seu nome), ante 255 Nm para o HR e o Bongo. Já a cilindrada e potência do JAC são menores. Ele recebe um motor 1.9 turbodiesel de 103 cavalos. Os propulsores do HR e do Bongo são 2.5 turbodiesel com 130 cv.

O novo JAC utiliza câmbio manual de seis marchas, tem volante com ajuste de altura e uma boa lista de equipamentos que inclui vidros e travas com acionamento elétrico, rádio MP3 com entrada USB, travamento automático das portas a 15 km/h, regulagem de altura do facho dos faróis e porta-copos.

Comentários: 1
 

Chico Francisco
12/10/2017 | 10h25
A considerar o comportamento agressivo de lançamentos de novos produtos e com qualidade visivelmente melhorada, a Jac vai crescer muito no Brasil. Se praticar os preços que pratica nas peças para a linha de automóveis, ai a coisa fica difícil. Ela PRECISA ter outra política de preços para as peças; ou seja ser mais racional pois os preços das peças são muito acima da dos concorrentes. Só para termos uma ideia, uma válvula do pneu com o sensor de verificadão da pressão do Jac T5 custa R$ 1.200,00 contra R$ 200,00 da concorrência. É uma diferença absurda!!!

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.