Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Legislação | 09/02/2018 | 19h6

União Europeia pressiona setor automotivo por acordo com Mercosul

Regra de conteúdo local e prazo para o livre comércio ainda geram embate
REDAÇÃO AB

Negociadores do Mercosul e União Europeia ainda não chegaram a um acordo a respeito do embate sobre regra de origem do setor automotivo para definir o acordo de livre comércio. De acordo com informações da Folha de S. Paulo, os países do Mercosul exigem que 60% das peças dos veículos sejam fabricadas dentro do bloco, regra que é resultado das características da indústria local, mais verticalizada. No entanto, os europeus, que produzem de forma mais globalizada, querem afrouxar esta exigência.

A pressão dos europeus por uma maior flexibilidade do setor automotivo também inclui o prazo a ser imposto para o livre comércio. Os negociadores do Cone Sul já aceitaram em zerar as tarifas de importação dos veículos, hoje em 35%, de 15 anos proposto anteriormente, para 12 anos. Contudo, a União Europeia busca um prazo ainda mais curto e propôs oito anos. De acordo com o jornal, pessoas próximas à negociação dizem que pode ser uma estratégia para tentar fechar em 10 anos.

As questões que envolvem o setor automotivo dominaram a nova rodada de negociações, que termina na sexta-feira, 9, em Bruxelas, na Bélgica. Ainda de acordo com a Folha de S. Paulo, os dois blocos estão conduzindo as conversas a fim de conclui-las no fim deste mês, durante uma reunião em Assumpção, no Paraguai.

Fontes disseram ao jornal que o acordo pode afugentar investimentos no Mercosul, uma vez que a Europa tem muita capacidade ociosa e fará mais sentido exportar de lá do que produzir por aqui.

Tags: Acordo Automotivo, Mercosul, União Europeia, livre comércio.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
AB Inteligência