Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Vendas financiadas por CDC crescem 25% até maio

Crédito | 14/06/2018 | 16h52

Vendas financiadas por CDC crescem 25% até maio

Modalidade foi responsável pela venda 450 mil automóveis e comerciais leves, o equivalente a 58% dos emplacamentos em 2018

REDAÇÃO AB

Enquanto as vendas de automóveis e comercias leves zero-quilômetro cresceram 16,2% no acumulado janeiro-maio na comparação com os mesmos meses do ano passado (veja aqui), os negócios fechados por Crédito Direto ao Consumidor (CDC) no período subiram 24,9% no mesmo período, o que indica que alavancaram segmento. Os dados são da B3, antiga Cetip, que reúne os dados de veículos financiados.



- Faça aqui o download dos dados da B3
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência



De janeiro a maio foram vendidos por CDC 450,2 mil automóveis e comerciais leves, o equivalente a 58,3% de todos os emplacamentos no período. Na comparação com iguais meses do ano passado a participação do CDC avançou 3,4 pontos porcentuais.

Os números da B3 também mostram um importante avanço dos consórcios, com 44,2 mil automóveis e comercias leves vendidos pela modalidade até maio, 7,7% a mais que em iguais meses de 2017. Na soma de financiamentos, CDC, consórcio e outras formas de parcelamento, as vendas a prazo de veículos leves totalizaram 506,5 mil unidades, 20,8% a mais pela comparação anual.

VENDA A PRAZO DE PESADOS ZERO-KM CRESCE 63,6%


No acumulado até maio foram financiados por diferentes modalidades 34,7 mil veículos pesados (caminhões e ônibus). O volume foi 63,6% maior que o registrado em iguais meses de 2017. O segmento também teve um número expressivo de usados negociados a prazo no período: 51,6 mil unidades, 9,2% a mais que em iguais meses de 2017.

CRÉDITO TAMBÉM PUXA MOTOS PARA CIMA


De acordo com a B3, o CDC foi responsável pela venda de 154,8 mil motos até maio, avanço de 16,7% sobre igual período do ano passado. É mais um exemplo em que a modalidade rebocou as vendas, já que os emplacamentos de motocicletas no período aumentaram 7,7% após seis anos seguidos de queda (atribuídos justamente à dificuldade de crédito).

Nas motos, o consórcio registrou queda de 7%, mas é importante recordar que a modalidade tem para as duas rodas peso bem maior em vendas que nos carros. Foram 105,4 mil unidades entregues por consórcio no período, ou 27,5% do total de motocicletas novas licenciadas.

FINANCIAMENTO DE USADOS SOBE 7,5%


As vendas a prazo de veículos usados por CDC, consórcio, leasing e outras modalidades cresceram 7,5% ao somar 1,4 milhão de unidades. O número inclui automóveis e comerciais leves, caminhões, ônibus e motos. O maior volume financiado foi de automóveis e comerciais leves, com 1,3 milhão de unidades e crescimento também de 7,5%.

O balanço da B3 para maio isoladamente mostra que 84,2% de todos os veículos financiados no mês (leves, pesados e motos) foram negociados por CDC. O consórcio vem a seguir, com 14,2%. As operações por leasing representaram menos de 1%.



Tags: CDC, consórcio, leasing, B3, Cetip, automóveis, comerciais leves, motos, pesados, caminhões, ônibus.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência