Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Volkswagen mostra mais do T-Cross na Alemanha
O Volkswagen T-Cross com leve camuflagem: só em janeiro no Brasil

Lançamentos | 11/07/2018 | 18h36

Volkswagen mostra mais do T-Cross na Alemanha

SUV será produzido no Paraná no fim do segundo semestre com motores turbo 1.0 e 1.4; entre-eixo será maior que o alemão

REDAÇÃO AB

A Volkswagen revelou mais do T-Cross esta semana na Alemanha, onde o novo SUV compacto foi projetado e está quase pronto para entrar em produção comercial. Em comunicado, a fabricante informa apenas que “a apresentação mundial será no segundo semestre”. Antes do fim deste ano, o T-Cross chega à linha de montagem de São José dos Pinhais (PR), fábrica que recebe investimentos de R$ 2 bilhões para produzir o carro sobre a plataforma MQB-A (leia aqui). O lançamento nacional está programado para janeiro de 2019, mas a VW antecipou agora algumas das especificações do modelo brasileiro, que tem diferenças em relação ao alemão, inclusive nas dimensões.

De acordo com as primeiras informações divulgadas, no mercado brasileiro o T-Cross será oferecido unicamente com transmissão automática de seis velocidades e dois motores TSI flex, turbinados e com injeção direta de gasolina/etanol, 1.0 três-cilindros de 128 cavalos e 1.4 quatro-cilindros de 150 cv – ambos são fabricados pela VW em São Carlos (SP) e já equipam bom número de carros da marca no Brasil, como Polo, Virtus e Golf. Uma versão com câmbio manual e motor 1.6 MSI, aspirado, será produzida para exportação a países sul-americanos.



Segundo a Volkswagen, o T-Cross brasileiro repete a generosa distância entre eixos de 2,65 metros do sedã Virtus (montado sobre a mesma plataforma), 8,6 centímetros mais longa que o do modelo europeu, que lá repete o hatch Polo para não concorrer com o T-Roc, derivado do Golf. Assim o T-Cross garante o maior entre-eixo do segmento de SUVs compactos no Brasil. Com isso, oferece conforto na cabine para compensar o menor comprimento (4,19 m) e altura (1,57 m) na comparação com os principais concorrentes, como Honda HR-V, Hyundai Creta, Nissan Kicks e Ford EcoSport, todos levemente mais compridos e altos.

A configuração de maior entre-eixo e menor comprimento prejudica o espaço do porta-malas do T-Cross, que ficou com 390 litros, acima dos criticados 356 litros do Ford EcoSport, o menor da categoria, mas abaixo dos 400 litros do HR-V e Kicks.



Assim como seus “irmãos” de plataforma MQB-A, Polo e Virtus, o T-Cross tem a mesma arquitetura eletroeletrônica. Assim terá também disponível como opcionais os faróis de LED, quadro de instrumentos 100% digital e configurável, sistema multimídia com tela de oito polegadas sensível ao toque, além de partida do motor e destravamento de portas sem chave.

Também tem configurações parecidas de segurança ativa e passiva, com uso de aços de alta resistência na construção da carroceria e equipamentos como seis airbags, controle eletrônico de estabilidade e tração, estacionamento autônomo (Park Assist) em vagas paralelas e transversais, detector de fadiga do motorista.



O T-Cross fará a Volkswagen finalmente embarcar no segmento que mais cresce no mercado brasileiro, o de SUVs compactos. O modelo faz parte da ofensiva de 20 lançamentos no Brasil até 2020, cinco deles utilitários esportivos, que começou em abril passado com o importado Tiguan Allspace. Também está nos planos de fabricação nacional algo do tipo mini-SUV e o médio-compacto Tarek, a ser produzido na Argentina. Dos Estados Unidos deverá vir o SUV de grande porte Atlas.



Tags: Volkswagen, T-Cross, lançamento, SUV.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência