Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Consórcio Honda cresce 26,3% no segmento de motos
Honda NXR 160 Bros está entre as motos mais vendidas pelo consórcio Honda

Crédito | 13/07/2018 | 18h31

Consórcio Honda cresce 26,3% no segmento de motos

Montadora vendeu sozinha 205,6 mil novas cotas no 1º semestre de 2018

REDAÇÃO AB

O consórcio Honda vendeu no primeiro semestre 205,6 mil novas cotas de consórcio para motos, registrando alta de 26,3% sobre o mesmo período do ano passado. O aumento foi tão expressivo que ajuda a explicar o porquê de a participação da modalidade na venda de motos ter avançado de 30,5% para 32,5% nesse mesmo intervalo de tempo, enquanto o Crédito Direto ao Consumidor (CDC) recuou de 38,8% para 34,4% (veja aqui).

A alta expressiva também aparece no balanço da Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio (Abac) divulgado para o acumulado de janeiro até maio (leia aqui).

O Nordeste registrou o maior volume de vendas no semestre, representando 48% das novas cotas da Honda para motos. As regiões Norte e Sudeste vêm na sequência, com 20% e 19% do volume nacional, respectivamente. As motos mais financiadas são a CG 160 Fan, a Pop 110, a Biz (110 e 125) e a NXR 160 Bros.

A Honda atribui a alta à estratégia comercial e de marketing do seu consórcio: "Atuamos fortemente na rede de concessionárias para consolidar nossa parceria, além de investirmos em estratégias de marketing e comunicação”, recorda o presidente da Honda Serviços Financeiros, Marcos Fermanian. O executivo lembra também que os planos são bastante atrativos, com opções entre 12 e 80 meses.



Tags: Honda, Consórcio, motos, motocicletas, cotas, Abac, CG 160 Fan, Pop 110, Biz, NXR 160 Bros, Marcos Fermanian, Honda Serviços Financeiros.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência